Tipos de estudos Epidemiológicos; Conceitos e Aplicações Básicas na área do Envelhecimento. (1)

马上开始. 它是免费的哦
注册 使用您的电邮地址
Tipos de estudos Epidemiológicos; Conceitos e Aplicações Básicas na área do Envelhecimento. (1) 作者: Mind Map: Tipos de estudos Epidemiológicos;  Conceitos e Aplicações Básicas na área do Envelhecimento. (1)

1. ▪︎Seja então sucintamente a conclusão:apresenta o necessário e a forma praticada da epidemiologia e como pode ser observada para estudos de investigação de doenças com fatores sendo assim associados em uma população idosa, tendo em si 6 etapas 1.definir objetivos ; 2.delineamento adequado na escolha 3.Identificação da população de estudo; 4.planejamento da condução da pesquisa; 5.coleta, análise e interpretação de dados; 6.divulgação dos resultados; ▪︎Tudo depende da qualidade e competência do estudo assim feito, para desenvolvimento de estudo epidemiológico é preciso ter questões éticas pertinentes; ▪︎O ENVELHECIMENTO da população é o maior desafio da SAÚDE PÚBLICA específico em países de desenvolviment, onde isso corre com pessoas sem condições e grande desigualdades sociais ; ▪︎o resultado é e tem que ser: ENVELHECER COM SAÚDE.

2. •Epidemiologia; •Envelhecimento; •Delineamento de Estudos; •Vieses;

2.1. ▪︎Respectivamente a taxa que se obtém de idosos é regurlamente minuciosa e grande, na população brasileira cada vez há mais crescimento, entre 60 a +80 anos. ▪︎Quanto maior o Crescimento dessa parte da população maior a taxa de ajuda e acompanhamentos médicos, que abate na provisão de gastos Públicos; sendo os motivos considerados maiores: ▪︎Doenças Cardiovasculares;Neoplasias e Respiratórias;

2.1.1. ▪︎Usos Preventivos;Anulação de casos de riscos ▪︎EPIDEMIOLOGIA:estuda a ~1distribuição e os ~2determinantes das condições de uma população específica; ~1 Tempo de análise, as características e localizações; ~2 Todos os Fatores físicos que podem influenciar na saúde; ▪︎Diferenciando em Experimentar e Observar->descritivo=distribuição e condições de saúde e doença;->analíticos=examinar a existência da exposição da doença e a sua condição contentaria,

2.1.1.1. ▪︎+Sobre ESTUDO ANALÍTICO ligando assim à ->Ecológico:se trata da doença oque acontece o tamanho da exposição e da condição agregando o interesse dos indivíduos; -> Seccionais:a exposição e a condição de tal indivíduo são simultaneamente que se insinua a investigação na prevalência de uma parte específica.Exemplo:os habitantes de idade de uma cidade que vem seguir com uma comparação de doentes e não doentes,designando assim Identificação de pessoas e caracteres possíveis de intervenção. ->Caso-controle: e estudos de coortes abrangem em si, na investigação à etiologia de doenças ou condições de idosos, investigação do estímulo natural da doença; processo de 1.doença a ir daí para 2.Exposição, nesse estudo obtém-se forças e fraquezas, Esse estudo está remanejando saber o que se associa com a queda de idosos e medicamentos; ->Coorte: começa com identificação de população de estudo e os participantes classificados com expostos e não expostos, para isso precisa e um grande benefício de gastos e perdas de participantes fato que compromete muito estudo vindo isso ter pouco sobre esse tipo de estudo a qual ocorre tal tantos fatos nem positivos nem negativos.

2.1.1.1.1. ▪︎Vieses e Variáveis de Confusão ->A requer de tudo a epidemiologia tem que haver um certo extremo cuidado e estratégias especiais, planejamento, condução, análise, e interpretação do resultado, um exemplo que impede uso de tal idoso participante é estar muito doente ou apresentar déficit cognitiva, definição de população alvo; ▪︎Viés de Sobrevivência tem de haver consideração em estudos de idosos, pois quanto mais expostos mais o fator de risco de morte prematura no estudo; que condiz também a ter uma certa idade que não tem colaboração.