Suporte ao S.O

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Suporte ao S.O por Mind Map: Suporte ao S.O

1. O que é S.O?

1.1. O S.O é programa que controla a execução dos programas aplicativos e atua como interface entre o usuário e o hardware do computador

1.2. Serviços que o S.O normalmente oferece

1.3. Criação de programas

1.4. Execução de programas

1.5. Acesso aos dispositivos de E/S

1.6. Acesso controlado aos arquivos

1.7. Acesso ao sistema para recursos compartilhados

1.8. Detecção e respostas a erros

1.9. Contabilidade

2. SO atuando como Gerente de Recursos

2.1. Controla o processamento, o armazenamento e a transferência de dados

2.2. Tem dois aspectos incomuns

2.2.1. E um programa como outro qualquer, sendo executado pelo μP

2.2.2. renuncia ao controle do μP para, em seguida, obter o controle novamente

3. Tipos de SO

3.1. Monoprogramado

3.2. O μP carrega para a memória principal (MP) e executa apenas um programa de cada vez

3.3. Multiprogramado

3.4. Diversos programas são carregados simultaneamente na MP, e o tempo do μP é dividido entre eles

4. Características de um SO

4.1. Interrupções

4.1.1. Fornecem ao SO a capacidade de obter o controle do μP quando este está executando programas dos usuários

4.2. Proteção de memória

4.2.1. Programas do usuário não devem alterar a área de memória que contém o SO

4.3. Temporização

4.3.1. Um relógio é usado para evitar que um único programa monopolize o sistema

4.4. Instruções privilegiadas

4.4.1. Algumas instruções só podem ser executadas pelo SO (instruções de E/S, por exemplo)

5. Escalonamento

5.1. Introduzido nos anos 60

5.2. Termo mais genérico que tarefa (job)

5.3. Definido como

5.4. Um programa em execução

5.5. A entidade à qual um processador é alocado

5.6. Tipos de Escalonamento

5.7. longo prazo

5.8. médio prazo

5.9. curto prazo

5.10. E/S

6. Gerência da Memória

6.1. Monoprogramação

6.2. MP é dividida em 2 partes: uma para o SO e outra para o programa em execução

6.3. Multiprogramação

6.4. A parte do “usuário” é subdividida para acomodar diversos processo

6.5. Ela precisa ser alocada de modo eficiente para poder encaixar o máximo de processos possíveis na memória

7. Paginação de Memória

7.1. Memória é dividida à priori em partes iguais de tamanho fixo denominadas blocos

7.2. Cada processo também é dividido em pequenos pedaços de tamanho fixo denominados páginas

7.3. As páginas de um processo são alocadas em blocos disponíveis na memória.

7.4. Desperdício é reduzido

7.5. Efeitos da Paginação Multinível

7.6. Menor espaço ocupado na MP

7.7. Maior quantidade de acessos à MP

8. Memória Virtual

8.1. Paginação sob demanda

8.2. Cada página de um processo é trazida para a memória apenas quando é necessária

8.3. É possível que um processo seja maior que toda a área da memória principal!

8.4. Interrupção por Falta de Página

8.5. Carregar a página desejada

8.6. Processo desvia para uma instrução localizada em uma página que não está na memória

9. Segmentação

9.1. MP não é particionada à priori

9.2. Espaço de endereçamento lógico do processo é dividido em segmentos de vários tamanhos

9.3. Quando um processo é executado, todos os segmentos são carregados para a MP

9.4. Segmentos são carregados em qualquer posição livre da MP

10. Segmentação-Paginação

10.1. MP é particionada em Quadros

10.2. Espaço de endereçamento lógico do processo é dividido em segmentos de vários tamanhos

10.3. Segmentos são paginados

10.4. Páginas de um segmento são alocadas em Quadros da MP