Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN)

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN) por Mind Map: Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN)

1. PROPÓSITO

1.1. A Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN) tem como propósito a melhoria das condições de alimentação, nutrição e saúde da população brasileira, mediante a promoção de práticas alimentares adequadas e saudáveis, a vigilância alimentar e nutricional, a prevenção e o cuidado integral dos agravos relacionados à alimentação e nutrição.

2. Diretrizes

2.1. 1. Organização da Atenção Nutricional;

2.2. 2. Promoção da Alimentação Adequada e Saudável;

2.3. 3. Vigilância Alimentar e Nutricional;

2.4. 4. Gestão das Ações de Alimentação e Nutrição;

2.5. 5. Participação e Controle Social;

2.6. 6. Qualificação da Força de Trabalho;

2.7. 7. Controle e Regulação dos Alimentos;

2.8. 8. Pesquisa, Inovação e Conhecimento em Alimentação e Nutrição

2.9. 9. Cooperação e articulação para a Segurança Alimentar e Nutricional

3. Responsabilidades Institucionais

3.1. Ministério da saúde

3.2. Secretarias Estaduais de Saúde e do Distrito Federal;

3.3. Secretarias Municipais de Saúde e do Distrito Federal;

4. Princípios

4.1.  A Alimentação como elemento de humanização das práticas de saúde

4.2.  O respeito à diversidade e à cultura alimentar

4.3.  O fortalecimento da autonomia dos indivíduos

4.4.  A determinação social e a natureza interdisciplinar e intersetorial da alimentação e nutrição

4.5.  A segurança alimentar e nutricional com soberania

5. Objetivos

5.1. 1- Promover hábitos alimentares e estilos de vida saudáveis para a população em geral, e em particular crianças, gestantes, lactantes, doentes crônicos;

5.2. 2- Garantir a prevenção e o tratamento dos distúrbios nutricionais;

5.3. 3- Reforçar as parcerias públicas, privadas e da sociedade civil nas temáticas transversais à nutrição, e as ações intersetoriais com vista à melhoria da situação nutricional;

5.4. 4- Reforçar o quadro institucional e legal para garantir a equidade no acesso aos serviços de nutrição à população;

5.5. 5- Reforçar o sistema de vigilância nutricional e a sua integração no Sistema Nacional de Informação Sanitária e de Segurança Alimentar e Nutricional.