Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Interrupções por Mind Map: Interrupções

1. Tipos

1.1. Software

1.1.1. SVC (Chamada do supervisor)

1.1.1.1. São iniciadas por um processo executando que chama uma instrução SVC. Um SVC é uma solicitação, gerada pelo usuário, para um serviço do sistema em particular, tal como entrada/saída, obter mais memória, ou comunicar com o operador do sistema. O mecanismo SVC ajuda a manter o S.O. seguro dos usuários. O usuário não pode entrar no S.O., ele deve solicitar um serviço através de um SVC. Assim, o S.O. fica ciente de todas as tentativas do usuário não tem privilégios apropriados.

1.2. Hardware

1.2.1. E/S

1.2.1.1. São iniciadas pelo hardware de entrada/saída. Elas sinalizam a CPU que o status de um canal ou dispositivo foi alterado.

1.2.1.2. São causadas quando uma operação de E/S é concluída, quando um erro ocorre, ou quando um dispositivo fica pronto, etc.

1.2.2. Externas

1.2.2.1. São causadas por vários eventos incluindo a expiração do quantum sobre uma interrupção do relógio, o pressionamento da tecla de interrupção no console pelo operador, ou o recebimento de um sinal de outro processador em um sistema multiprocessamento.

1.2.3. Reinício

1.2.3.1. Ocorrem quando um operador pressiona a tecla de reinicio.

1.2.3.2. Ou, quando uma instrução de reinicio SIGP (signal processor) chega de outro processador de um sistema multiprocessamento.

1.2.4. Erro de programa

1.2.4.1. São causadas por vários tipos de erros ocorridos em um processo executando, tais como uma tentativa de divisão por zero, um processo do usuário tentando executar uma instrução privilegiada, uma tentativa de executar uma operação inválida etc.

1.2.5. Erro de máquina

1.2.5.1. São causadas por mal funcionamento do hardware, como erro de paridade, de memória etc.

2. Processamento

2.1. São processadas pelo núcleo, centro ou kernel do Sistema Operacional.

2.1.1. Funções do núcleo

2.1.1.1. Tratamento de Interrupções

2.1.1.2. Criação e destruição de processos

2.1.1.3. Controle dos estados de processo

2.1.1.4. Dispatching

2.1.1.5. Suspensão e retorno do processo

2.1.1.6. Sincronização de processos

2.1.1.7. Comunicação entre os processos

2.1.1.8. Manipulação do descritor de processo

2.1.1.9. Suporte das atividades de entrada/saída

2.1.1.10. Suporte à alocação e liberação de memória

2.1.1.11. Suporte ao sistema de arquivos

2.2. São desvios na sequência de execução de um processo (chamadas a serviços de entrada/saída, erros etc.

2.3. Uma interrupção pode ser iniciada por um processo executando, ou causada por algum evento que pode ou não estar relacionado ao processo executando.

2.4. Após ocorrer a interrupção

2.4.1. O Sistema Operacional assume o controle.

2.4.2. O Sistema Operacional salva o estado do processo interrompido. Em muitos sistemas, esta informação é armazenada no descritor de processos interrompidos.

2.4.3. O Sistema Operacional analisa a interrupção e passa o controle para a rotina apropriada para tratar a interrupção.