PROTEÇÃO E CUIDADOS PARA CRIANÇAS E SUAS FAMÍLIAS EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA

caderno 33

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
PROTEÇÃO E CUIDADOS PARA CRIANÇAS E SUAS FAMÍLIAS EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA por Mind Map: PROTEÇÃO E CUIDADOS PARA CRIANÇAS E SUAS FAMÍLIAS EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA

1. VIOLÊNCIA

1.1. Sinais

1.1.1. Violência física

1.1.1.1. Não compatíveis com a idade

1.1.1.2. não justificáveis

1.1.1.3. Outras lesões

1.1.1.3.1. Lacerações, equimoses, hematomas

1.1.2. violência Sexual

1.1.2.1. Física

1.1.2.1.1. lesões em genitais

1.1.2.1.2. Sangramentos e secreções

1.1.2.1.3. Psicossomáticas

1.1.2.2. Comportamental

1.1.2.2.1. mudanças de comportamento repentina

1.1.2.3. Sentimental

1.1.2.3.1. Culpa

1.1.2.3.2. Vergonha

1.1.2.3.3. Medo

2. CUIDADOS COM A CRIANÇA EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA

2.1. ACOLHIMENTO

2.1.1. Empatia

2.1.2. Local adequado

2.2. ATENDIMENTO

2.2.1. Consulta clínica

2.2.1.1. Anamnense

2.2.1.2. Exame físico

2.2.2. Assistência

2.2.2.1. continua

2.2.2.2. interdisciplinar

2.3. NOTIFICAÇÃO

2.3.1. Preenchimento de ficha de notificação

2.3.2. comunicação com órgãos de proteção

2.3.2.1. conselho tutelar

2.3.2.2. Vara da infância e juventude

2.4. SEGURIDADE

2.4.1. Acompanhamento

2.4.1.1. equipes de saúde

2.4.1.2. CRASS/CREAS

2.4.2. Rede de Defeda

3. PREVENÇÃODE VIOLÊNCIAS E PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ

3.1. Antecipar que o fenômeno ocorra ou se repita

3.1.1. Promoção de saúde

3.1.1.1. possível

3.1.1.2. potencial de transformação

3.1.2. Estratégia

3.1.2.1. visita domicilar

3.1.2.1.1. integrar a família e os profissionais no mesmo contexto

4. SITUAÇÕES PROTETORAS PARA BEBÊS E CRIANÇA

4.1. PRÉ-NATAL

4.2. SAÚDE MATERNO-INFANTIL

4.3. PROTEÇÃO NA INFÂNCIA

4.3.1. Família

4.3.1.1. desenvolvimento inicial das capacidades da criança

4.3.1.1.1. consciência

4.3.1.1.2. autoestima

4.3.1.1.3. autoconfiança

4.3.1.2. cuidado afetuoso

4.3.1.3. responsável por levar nas primeiras consultas

4.3.2. Escola

4.3.2.1. promoção do pensamento crítico

4.3.2.2. violência escolar

4.3.2.2.1. reconhecer e intervir

4.4. REALIZAÃO DE VISITAS

4.4.1. Realizadas pelas equipes de saúde

4.5. FATORES DE VULNERABILIDADE PARA VIOLÊNCIA NA GESTAÇÃO E NO PUERPÉRIO

4.5.1. Gestação

4.5.1.1. gravidez indesejada

4.5.1.2. tentativas de aborto

4.5.1.3. distúrbios e uso de drogas

4.5.2. Puerpério

4.5.2.1. depressão pós-parto

4.5.2.2. não realizar acompanhamento médico

4.5.2.3. repulsa

5. FATORES DE VULNERABILIDADE PARA VIOLÊNCIA CONTRA CIRANÇAS

5.1. BAIXO NÍVEL SOCIOECONÔMICO

5.2. AMBIENTE FAMILIAR INSTÁVEL

5.2.1. decorrência de de violência intrafamiliar

5.3. PROBLEMAS DE SAÚDE

5.4. VIOLÊNCIA REPREENDIDA

5.5. PUNIÇÃO FÍSICA

5.6. CRIANÇAS COM DISTÚRBIOS PSÍQUICOS OU MENTAIS