Fatos Históricos do Ensino da Enfermagem no Brasil

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Fatos Históricos do Ensino da Enfermagem no Brasil por Mind Map: Fatos Históricos do Ensino da Enfermagem no Brasil

1. DÉCADA DE 70 e 80

2. Características das Praticas de Enfermagem:

3. Doméstica, empírica, instintiva, majoritariamente executada por homens e voltada para fins lucrativos.

4. Século XIX: As ações de saúde encontravam-se inicialmente vinculadas aos rituais místicos, realizados nas próprias tribos pelos pajés e feiticeiros.

5. A medicina popular portuguesa, composta por conhecimentos empíricos, trazidas por navegantes, colonos e missionários, foi o que serviu de base à medicina brasileira.

6. A assistência aos doentes é, então, prestada pelos religiosos em enfermarias edificadas nas proximidades dos colégios e conventos.

7. Posteriormente, voluntários e escravos também passam a executar essa atividade na Santa Casa de Misericórdia, fundadas a partir de 1543, nas principais capitanias brasileiras.

8. Mais tarde, são fundados os hospitais militares com os mesmos objetivos dos hospitais militares europeus.

9. A primeira escola de enfermagem brasileira foi criada pelo decreto federal 791, de 27 de Setembro de 1890 e denomina-se hoje Escola de Enfermagem Alfredo Pinto.

10. A formação profissional estabelecida nessa escola estava em conformidade com os moldes das escolas de Salpetriére.

11. Em 1923 organizaram a primeira escola de enfermagem baseada na adaptação americana do modelo nightingaleano, a escola de enfermagem Anna Nery.

12. A escola tornou-se tradicional no contexto educacional brasileiro e suas enfermeiras consideradas padrão.

13. A instalação do Ministério da Educação e Saúde ocorre em 1931, criam-se normas legais para o ensino e exercício da enfermagem.

14. Em 1961, a partir da Lei 2.995/56, todas as escolas passaram a exigir curso secundário completo.

15. Na década de 40 a Escola Anna Nery foi incorporada á Universidade do Brasil.

16. Em 1949, o projeto de lei 775 exigiu que a educação em Enfermagem fosse centralizada nos centros universitários.

17. DÉCADA DE 30 A 60

18. Foi promovida uma série de medidas como saneamento básico e subnutrição.

19. Surgiram muitos cursos de auxiliares e técnicos de enfermagem.

20. A partir de 1975, um novo modelo foi definido através da lei 6.229 do Sistema Nacional de Saúde Lei 7.498.

21. As conferências Nacionais de Saúde têm sido realizadas no Brasil desde 1947.

22. Julho de 1986, trouxe novas disposições sobre a regulamentação do exercício profissional, reconhecendo as categorias de enfermeiro, técnico de Enfermagem, auxiliar de enfermagem e parteira.

23. A organização da Enfermagem na Sociedade Brasileira compreende desde o período colonial até o final do século XIX e analisa a organização da Enfermagem no contexto da sociedade brasileira em formação.