CARACTERIZAÇÃO DOS DISCURSOS- FILOSÓFICOS

Lancez-Vous. C'est gratuit
ou s'inscrire avec votre adresse e-mail
CARACTERIZAÇÃO DOS DISCURSOS- FILOSÓFICOS par Mind Map: CARACTERIZAÇÃO DOS DISCURSOS- FILOSÓFICOS

1. Mitológico- Primeiro discurso existente- ligado à religião-carácter valorativo, exato, pré-científico, com foco no sobrenatural. Baseado em narrativas orais, que visam organizar o conhecimento acerca da realidade. Ligado a crença no sobrenatural. O Poeta é autoridade máxima neste discurso, sendo ele, guiado pelos Deuses.

2. Filosófico- é marcado pelo embate entre os filósofos socráticos e pré-socráticos. Busca por verdades, discurso racional, baseado na razão e na reflexão. Preocupa-se com a construção de conceitos, que tendem a universalidade. Faz-se uso da Maiêutica- indo além do senso-comum, dando vida,luz a novas ideias. Divide-se em: Pré-socráticos- Preocupando-se com o surgimento da vida, natureza. Sistemático- Platão-Aristóteles-preocupam-se em sistematizar os conhecimentos anteriores. Helenístico- Marcado por cruzadas, expansão territorial, apego as ideias religiosas, surgem temáticas como: Felicidade, amor.

3. Conhecimento cientifico -Baseado em proposições racionais, com base na experimentação, sendo sistemático, exato. Pautando-se na compreensão dos fenômenos naturais e sociais por meio de experimentos, que tendem a universalidade. Foco na ciência, abordagem teórico-metodológica Positivista.

4. Senso Comum-advindo do acumulo de experiências sociais, não-científico, desprovido de explicações teóricas- metodológicas- reprodução de tradições e condições, ele é um conhecimento inexato, se dá ao acaso, com ações nem sempre planejadas. Centrado no sujeito e em suas proposições pessoais, culturais .

5. Religioso/ teológico, trata-se de uma espécie de conhecimento no qual ocorre uma supervalorização dos aspectos ligados à religião, com um caráter amplamente valorativo, inspiracional, não verificável, sendo a fé a mola propulsora. Desporvido de ordenamento cientifico, corresponde a imposições dogmáticas, verifica-se que, todos os fenomenos possuem ligação direita com o que seria a vontade divina.

6. Arte na filosofia- relação direita com o bom, bonito e o belo, ela designa um saber, uma espécie savoir-faire, refletindo um raciocínio que se opõe a rotina, Digamos que é um dos meios do homem filosofar com seus sentimentos. Ligada a ética, estética. Na estética Platônica- o belo corresponde ao mundo da ideias, no plano ideal.Aristóteles- Belo compõe a realidade, sendo passível de evolução. Se é belo,logo é bom.