METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Commencez. C'est gratuit
ou s'inscrire avec votre adresse courriel
METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA par Mind Map: METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

1. Dados

1.1. Baseados no

1.1.1. Conhecimento Científico

1.1.1.1. amplo e profundo

1.1.1.2. objetivo e sistemático

1.1.1.3. crítico e real

1.1.1.4. experimental, verificável e cumulativo

1.1.1.5. falível

1.2. Obtenção

1.2.1. Revisão de Literatura- consiste em buscar, processar e analisar materiais publicados já sobre um determinado tema, podendo ser livros, artigos, documentos, etc.

1.2.1.1. revisão narrativa- não utiliza critérios para escolha.

1.2.1.2. revisão sistemática e integrativa- utiliza estratégias de busca, critérios de inclusão e exclusão, extração e classificação de dados.

1.2.2. Entrevista

1.2.2.1. estruturada- questões são elaboradas previamente, apenas elas podem ser respondidas, não devem ser alteradas.

1.2.2.2. não estruturada- não necessita de elaboramento prévio, questões podem ser livremente guiadas pelo pesquisador, podem ser feitas de acordo com cada indivíduo e situação.

1.2.2.3. semiestruturada- as questões são pré-estabelecidas mas o pesquisador pode conduzi-las de outra forma.

1.2.3. Questionário

1.2.3.1. série de perguntas que o pesquisador elabora para outros indivíduos responderem podem ter questões

1.2.3.1.1. abertas- o indivíduo poderá responder por escrito da maneira que quiser.

1.2.3.1.2. fechadas- o indivíduo terá que escolher entre duas opções.

1.2.3.1.3. múltipla escolha- semelhante as questões fechadas, porém com mais opções.

1.2.4. Observação

1.2.4.1. o pesquisador irá apenas ver, ouvir e examinar os fatos ou fenômenos, sem expressar sua opinião e valores, devem seguir uma sistematização para ser considerada cinetífica.

1.2.5. Estudos Experimentais

1.2.5.1. deve ser realizado antes da realização de um trabalho científico, consiste em um um roteiro, que contém a explicação dos objetivos da pesquisa, a contextualização e importância do tema, além da descrição detalhada dos métodos utilizados, cronograma e do orçamento do projeto.

1.2.5.1.1. escolha e delimitação do tema

1.2.5.1.2. formulação do problema da pesquisa

1.2.5.1.3. hipótese da pesquisa

1.2.5.2. pesquisador pode manipular as variáveis, podem ser realizados com grupo de animais, humanos ou in vitro e devem seguir

1.2.5.2.1. aleatorização- indivíduos devem ser escolhidos de maneira aleatória com a mesma probabilidade de escolha.

1.2.5.2.2. podem haver mais de um grupo para experimentos e obrigatoriamente um grupo controle (indivíduos que não receberão intervenção, ou receberão intervenções placebo, ou intervenções de outras maneiras.

2. Organização

2.1. Projeto de Pesquisa

2.2. Tipos de Pesquisa

2.2.1. quanto à finalidade

2.2.1.1. pesquisa básica ou fundamental- pesquisas teóricas que não possuem necessidade de aplicação prática imediata.

2.2.1.2. pesquisa aplicada ou tecnológica- pesquisas que necessitam da aplicação de prática para resolução do problema da pesquisa.

2.2.2. quanto à natureza

2.2.2.1. pesquisa observacional- pesquisador apenas analisa e coleta os fatos, sem fazer intervenções.

2.2.2.2. pesquisa experimental- pesquisador realiza intervenções nas situações para análisá-las.

2.2.3. quanto à abordagem

2.2.3.1. pesquisa qualitativa- não analisa números e sim busca compreender fenômenos buscando significados.

2.2.3.2. pesquisa quantitativa- analisa dados baseando-se em números, lógicas, estatísticas.

2.2.4. quanto aos objetivos

2.2.4.1. pesquisa exploratória- quando o pesquisador busca por temas novos, que não tem muitos estudos sobre.

2.2.4.2. pesquisa explicativa- busca analisar e encontrar soluções, respostas, sobre o evento.

2.2.4.3. pesquisa descritiva- utiliza temas já explorados, mas busca também acrescentar novas visões.

2.2.5. quanto aos procedimentos técnicos

2.2.5.1. pesquisa bibliográfica- analisa dados já publicados.

2.2.5.2. pesquisa documental- analisa documentos de órgãos governamentais, relatórios e publicações de órgãos públicos ou privados, estatísticas, etc. Essas informações não passaram pela análise de um pesquisador, portanto são considerados fontes primárias.

2.2.5.3. pesquisa de laboratório- caráter experimental

2.2.5.4. pesquisa de campo- analisa dados de grupos ou instituições, busca compreender fatores que interferem na situação dos locais.

2.2.6. quanto ao desenvolvimento no tempo

2.2.6.1. pesquisa transversal- obtenção de informações apenas em um único momento.

2.2.6.2. pesquisa longitudinal- obtenção de informações em vários momentos.

2.2.6.3. pesquisa prospectiva- análise do presente para o futuro.

2.2.6.4. pesquisa retrospectiva- análise do presente para o passado.

2.3. Estrutura dos Trabalhos Científicos

2.3.1. pré-textuais

2.3.1.1. capa

2.3.1.2. folha de rosto

2.3.1.3. errata

2.3.1.4. folha de aprovação

2.3.1.5. dedicatória

2.3.1.6. agradecimentos

2.3.1.7. epígrafe

2.3.1.8. resumo na língua vernácula e estrangeira

2.3.1.9. lista de ilustrações e tabelas

2.3.1.10. lista de abreviaturas e siglas

2.3.1.11. lista de símbolos

2.3.1.12. sumário

2.3.2. textuais

2.3.2.1. introdução

2.3.2.2. desenvolvimento

2.3.2.3. conclusão

2.3.3. pós-textuais

2.3.3.1. referências

2.3.3.2. glossário

2.3.3.3. apêndices/anexos

2.3.3.4. índices

3. Tipos de trabalhos científicos

3.1. Resumo

3.1.1. descrição sintética de uma obra, expõe ideias e características de uma obra de modo geral.

3.2. Resenha

3.2.1. Resumo+exposição de ideias do autor+ análise crítica.

3.3. Relatório

3.3.1. Deve conter a descrição de um modo detalhado o passo a passo feito para realização de um determinado trabalho. Tópicos: Introdução, objetivos, métodos/metodologia/procedimentos, resultados e discussão.

3.4. TCC

3.4.1. geralmente é um trabalho teórico-prático, podendo ser no formato de monografia, artigo, etc, é de caráter obrigatório para obtenção do título de graduação.

3.5. Monografia

3.5.1. aborda um tema de maneira completa, tem caráter lato sensu, realizada para obtenção do título de especializações.

3.6. Dissertação (Mestrado)

3.6.1. realizado para obtenção do título de mestre, caráter experimental, strictu sensu.

3.7. Tese (doutorado)

3.7.1. trabalho de tema único e bem delimitado para obtenção do título de doutor, deve contribuir significativamente para a área em questão, tem caráter strictu sensu

3.8. Artigo científico

3.8.1. trabalho científico + sucinto, deve conter: resumo, introdução, revisão de literatura, materiais e métodos, resultados e discussões, conclusão, agradecimentos, referências bibliográficas, anexos e apêndices.

3.8.1.1. originais

3.8.1.2. revisão

4. Conjunto de normas e regras

4.1. ABNT

4.1.1. Margem

4.1.1.1. esquerda e superior = 3 cm; direita e inferior = 2 cm.

4.1.2. Alinhamento e parágrafo

4.1.2.1. texto justificado, exceto referências que devem estar à esquerda, parágrafo=1,25 cm.

4.1.3. Fonte

4.1.3.1. Arial ou Times tamanho 12, exceto citações de + de 3 linhas, nº de pág., legendas que devem ser tamanho 10

4.1.4. Espaçamento

4.1.4.1. texto deverá ser digitado com espaçamento de 1,5 entre as linhas, exceto citações de + de 3 linhas, referências, legendas, natureza do trabalho que devem ter espaçamento de 1.

4.1.5. Paginação

4.1.5.1. início da contagem na folha de rosto, porém numeração deve aparecer somente a partir da introdução, fonte arial ou times, tamanho 10 no canto superior direito a 2 cm da margem.

4.1.6. Numeração dos títulos das seções

4.1.6.1. indicativo numérico em algarismo arábico seguido do título da seção, alinhado à esquerda, separado por um espaço de caractere após o número. Títulos primários escritos em caixa alta e negrito. As subseções podem ser descritas apenas com primeira letra maiúscula, sem negrito.

4.1.7. Capa

4.1.7.1. nome, título, cidade, ano, nome da instituição.

4.1.8. Folha de rosto

4.1.8.1. nome, título, natureza do trabalho, cidade, ano.

4.1.9. Resumo

4.1.9.1. Título centralizado, texto justificado sem parágrafo, espaçamento=1, palavras-chaves.

4.1.10. Sumário

4.1.10.1. último item pré-textual, nele devem estar as enumerações das divisões, seções e outras partes do trabalho, na ordem em que se encontram no trabalho.

4.1.11. Tabelas

4.1.11.1. apresentação dos dados numeéicos, não devem ser fechadas dos lados, devem ter numeração e título acima dela.

4.1.12. Quadros

4.1.12.1. apresentação de elementos textuais, delimitados dos lados, título e numeração acima.

4.1.13. Figuras

4.1.13.1. citar fonte e título.

4.1.14. Citações

4.1.14.1. último sobrenome do autor em caixa alta e o ano da publicação, se tiver até 3 autores, sobrenome dos 3 , se tiver mais o sobrenome do primeiro e em seguida a abreviação et al. Se for citação de citação utilizar o sobrenome e ano do autor original a expressão apud e em seguida o sobrenome e ano do autor que o citou.

4.1.15. Referências

4.1.15.1. livro: autor, título em negrito, local, editora, ano. ex: JUNQUEIRA, L.C.U.; CARNEIRO, J. Histologia básica. 12. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013.

4.1.15.2. artigo: autor, título, revista que foi publicado em negrito, local da publicação,número, página e ano . ex: RIGOTTI, M. A.; FERREIRA, A. M. Intervenções de enfermagem ao paciente com dor. Arq Ciênc Saúde, São Paulo, v. 12, n. 1, p. 50-4, 2005.

5. Devem obedecer

6. devem ser citados e adicionados nas referências bibliográficas