Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Leonardo do Nascimento Silva

Commencez. C'est gratuit
ou s'inscrire avec votre adresse courriel
Análise e Desenvolvimento de Sistemas par Mind Map: Análise e Desenvolvimento de Sistemas

1. Saber Básico

1.1. BIT

1.1.1. Sigla para Binary Digit

1.2. TI

1.2.1. Tecnologia da Informação

1.3. Squad

1.3.1. Modelo de divisão em equipes

1.3.2. Pequenos times multidisciplinares

1.4. Inteligência Artificial (IA)

1.4.1. Machine Learning

1.4.2. Assistentes Virtuais

1.5. Realidade Aumentada

1.5.1. Ambiente virtual

1.6. Fullstack

1.6.1. Profissional totalmente especializado

1.6.2. Especialização em Front-End e Back-End

1.7. Cloud

1.7.1. Nuvem, armazenamento remoto

1.8. Bug

1.8.1. Erro no sistema

1.9. Big Data

1.9.1. Grandes volumes de dados

1.9.2. Controle de dados enormes

1.10. Hackathon

1.10.1. Maratona de programação

1.10.2. Projetos em conjuntos

1.11. Internet das Coisas (IOT)

1.11.1. Objetos conectados pela internet

1.12. Skill

1.12.1. Habilidade

1.12.2. Técnicas

1.12.3. Capacidades

1.13. Startup

1.13.1. Nova empresa

1.13.2. Apresentação de projetos

1.13.3. Procura de projetos

2. Habilidades em Falta

2.1. Idioma

2.1.1. Inglês

2.1.2. Linguagem de negócios

2.2. Soft Skills

2.2.1. Empatia

2.2.2. Trabalho em equipe

2.3. Conhecimento de Negócio

2.3.1. Conhecimento de mercado

2.4. Formação Tecnológica

2.5. Flexibilidade

2.6. Fácil Adaptação

3. Destreza Digital

3.1. Visão de negócio

3.1.1. Entender o contexto da empresa

3.2. Adaptabilidade

3.2.1. Flexibilidade para se adaptar conforme a necessidade do trabalho

3.3. Jogo de cintura político

3.3.1. Saber dialogar e ser influente para network

3.4. Capacidade de coligar

3.4.1. Capacidade de trabalhar em equipe

3.5. Pensamento sistêmico

3.5.1. Capacidade de interligar diferentes tipos de tecnologia

4. Conhecimentos técnicos

4.1. Análise e Estatística de Dados (51%)

4.2. Machine Learning e Inteligência Artificial (44%)

4.3. Inteligência de Negócio (37%)

4.4. Design Centrado no Usuário (24%)

4.5. Redes e Segurança da Informação (7%)

4.6. Desenho de Algoritmos (3%)

4.7. Linguagens (1%)

4.7.1. Pearl

4.7.2. Python

4.7.3. Java

4.7.4. JavaScript

4.7.5. C

4.7.6. PHP

4.7.7. SQL

5. Atitudes para ser um profissional mais bem preparado no futuro

5.1. Conviva com pessoas antenadas

5.1.1. Para manter-se ligado nas notícias do mundo

5.2. Procure experimentar novas tecnologias

5.2.1. Procure não ficar parado e experimentar tecnologias distintas

5.3. Frequente eventos de startups e inovação

5.3.1. Lugares que lhe passem aprendizagem

5.4. Aceite o fato de que precisa estudar de forma contínua

5.4.1. A tecnologia avança a cada momento, o estudo é a única forma de se manter por dentro dela

5.5. Faça cursos de curta duração voltados para o digital

5.5.1. Quanto mais conhecimento adquirido na área digital melhor

5.6. Aprenda a ser flexível e colaborativo

5.6.1. Trabalho em equipe e conhecer o outro é fundamental

5.7. Use a internet como ferramenta de estudo, buscando desde palestras até cursos gratuitos

5.7.1. A internet está repleta de informações totalmente úteis para o desenvolvimento pessoal

5.8. Acostume-se a dialogar com pessoas de diferentes perfis, idades e preferências

5.8.1. Iremos encontrar diversos perfis, devemos entender como aplicar o diálogo entre eles

5.9. Saia da zona de conforto e procure participar de projetos novos, mesmo que de áreas distintas da sua

5.9.1. Procure desafios

5.9.2. Procure entender como funcionam as áreas da tecnologia mesmo que não sendo seu foco

5.10. Aprenda sobre metodologias ágeis, dados e experiência do usuário

5.10.1. Conhecer o usuário é necessário para desenvolver um ótimo trabalho naquilo que foi pedido

5.11. Aceito o erro como parte de um processo de aprendizagem

5.11.1. Errar é comum, devemos lidar com os erros para melhorar

5.12. Use a curiosidade e a criatividade para resolver os problemas

5.12.1. Devemos sempre buscar inovar para crescer cada vez mais

5.13. Não espere que a empresa desenvolva destreza digital por você

5.13.1. A destreza digital deve ser buscada por você

5.14. Exercite a escuta ativa e a empatia

5.14.1. Assim será capaz de entender a ideologia do outro

5.15. Aceite as mudanças de forma positiva

5.15.1. As mudanças não vêm para atrapalhar, elas também podem vir para melhorar algo

6. Profissionais de TI mais demandados na crise

6.1. Analista/Especialista de Infraestrutura e Redes

6.1.1. O que faz: Garante o funcionamento dos softwares, sistemas e toda a infraestrutura de redes de uma empresa.

6.1.2. Salário: R$ 8 mil a R$ 12 mil.

6.1.3. Perfil da vaga: Experiência em operações com redes de dados e infraestrutura.

6.2. Analista de Suporte e Service Desk

6.2.1. O que faz: Administra solicitações, problemas e mudanças, analisa chamados, realiza testes e identifica a solução de problemas.

6.2.2. Salário: R$ 4 a R$ 6 mil.

6.2.3. Perfil da vaga: Conhecimento em tecnologia em geral, infraestrutura e redes. Atenção, comunicação e disponibilidade são competências comportamentais importantes para o cargo. Inglês avançado.

6.3. Analista de Cyber Security

6.3.1. O que faz: Profissional atua dentro do time de segurança cibernética, é responsável pela análise de ataques, planejamento e execução de ações de contenção e recuperação de ambientes afetados.

6.3.2. Salário: R$ 7 mil a R$ 11 mil.

6.3.3. Perfil da vaga: Profissionais que possuam conhecimento em soluções de segurança, sistemas operacionais, bancos de dados e redes.

6.4. Líder de Cyber Security

6.4.1. O que faz: Profissional responsável por liderar a área de segurança da informação e segurança cibernética, implementando ações e políticas de segurança, implantar ferramentas, estratégias e metodologias que envolvam a proteção de dados e informações da companhia.

6.4.2. Salário: R$ 25 mil a R$ 35 mil.

6.4.3. Perfil da vaga: Os profissionais dessa área em geral possuem histórico de tecnologia e estudos e conhecimentos em políticas de governança, gestão de segurança da informação, riscos e auditoria.

6.5. Especialista em Cloud

6.5.1. O que faz: Propõe soluções de arquitetura para infraestrutura de TI em nuvem, observando aspectos como conectividade, segurança, fluxo de dados e continuidade.

6.5.2. Salário: R$ 14 mil a R$ 19 mil.

6.5.3. Perfil da vaga: Experiência e conhecimento em cloud computing, arquitetura híbrida para serviços e arquitetura de datalake e banco de dados distribuídos são os conhecimentos mais procurados.

6.6. Líder em Data Science

6.6.1. O que faz: Profissional focado em ciência de dados e engenharia de dados com o objetivo de prover insights (intuições) e informações para definição de estratégias de negócio para direcionamento das decisões das companhias.

6.6.2. Salário: R$ 19 mil a R$ 29 mil.

6.6.3. Perfil da vaga: Formação acadêmica em exatas como Matemática, Estatística e Física são diferenciais, além de experiências com BI, Analytics e Engenharia de dados.

7. Marcas de tecnologia mais valiosas do mundo.

7.1. 1º

7.1.1. Apple

7.1.1.1. EUA

7.2. 2º

7.2.1. Google

7.2.1.1. EUA

7.3. 3º

7.3.1. Microsoft

7.3.1.1. EUA

7.4. 4º

7.4.1. Facebook

7.4.1.1. EUA

7.5. 5º

7.5.1. Tencent

7.5.1.1. China

7.6. 6º

7.6.1. IBM

7.6.1.1. EUA

7.7. 7º

7.7.1. SAP

7.7.1.1. Alemanha

7.8. 8º

7.8.1. Accenture

7.8.1.1. EUA

7.9. 9º

7.9.1. Intel

7.9.1.1. EUA

7.10. 10º

7.10.1. Samsumg

7.10.1.1. Coreia do Sul