introdução a projetos

Comienza Ya. Es Gratis
ó regístrate con tu dirección de correo electrónico
introdução a projetos por Mind Map: introdução a projetos

1. introdução

1.1. Há uma tendência nas empresas de atuarem com “gestão de projetos”. Muitas vezes um projeto é implementado por uma equipe multidisciplinar, de várias áreas distintas, porém todos têm um objetivo em comum.

2. definição

2.1. A definição inicial de um projeto é “qualquer empreendimento que tenha objetivos claros e definidos que representam valores específicos a serem usados para satisfazer alguma necessidade ou desejo". “Os projetos são empreendimentos com objetivos específicos e ciclo de vida definido”.

3. Responsabilidades dos profissionais de um projeto:

3.1. 1. Compreender as metas de tempo, custo e qualidade do projeto.

3.2. 2. Reconhecer as habilidades disponíveis e que as requeridas para o projeto podem ser diferentes.

3.3. 3. A duração da designação para um projeto é temporário

3.4. 4. Compreender a designação específica do trabalho.

3.5. 5. Participar do planejamento do prometo.

3.6. 6. Informar sobre o progresso do trabalho

4. - A elaboração de um projeto

4.1. Um projeto, considerado em sentido formal e limitado, constitui apenas um documento que retrata um processo de planejamento pelo qual se tomam decisões a respeito de resumos deação,emprego de recursos e de esforços, bem como se especificam ações e condições necessárias para resolver problemas, alterar uma situação ou criar novas.

4.2. Elaborar projeto significa planejar cursos específicos e dinâmicos de ação, tendo-se em mente articular todos os elementos envolvidos (pressupostos, objetivos, objeto, método e seus desdobramentos, clientes, condições físicas, materiais, financeiras e circunstâncias necessárias para sua execução), a partir de uma visão concreta da realidade e comprometimento com a sua transformação.

5. ) Identificação do projeto

5.1. Tem por objetivo apresentar as informações básicas para sua caracterização geral, de modo a dar uma idéia sobre a sua abrangência e aspectos gerenciais básicos. É o seu título, que traduz a natureza do projeto; a unidade ou setor onde será realizado; o programa do qual faz parte; os responsáveis pela sua execução; a determinação do período de tempo para sua execução; o cliente a que se destina e o orçamento.

6. ) Descrição da situação-problema

6.1. situação que demanda ação de inovação, melhoria ou transformação. A adoção da palavra “problema” trata-se de um termo convencional da Metodologia Científica que diz respeito ao foco de atenção ao projeto “problematizado”, isto é questionado de modo a construir uma visão de novas realidades

7. Proposição de objetivos

7.1. A descrição do objetivo propõe um resultado alcançável num tempo limitado, de modo a estabelecer um compromisso de trabalho.

8. Definição de metas

8.1. Uma meta corresponde a uma declaração quantitativa dos resultados do projeto, declaração esta proposta de forma mensurável, de maneira a determinar o foco específico da avaliação.

9. - Estrutura da gerência de projetos

9.1. O projeto é o principal meio pelo qual a organização lida com as mudanças; • As mudanças em produtos, serviços ou processos organizacionais são realizadas mediante o emprego de projetos;

10. Funções principais na gerência de projetos

10.1. Planejamen to - qual é o nosso alvo e por quê? Controle - quem julga os resultados e mediante quais padrões? Direção - quem decide o quê e quando?

11. Processo de gerência de projeto

11.1. Motivação - O que traz à tona? O que há de melhor nas pessoas? Organização - O que está envolvido e por quê?

12. Planejamento

12.1. Na execução do planejamento de um projeto a missão da organização é usada como o ponto básico para determinar os objetivos, as metas e as estratégias. Durante o processo de planejamento são estabelecidas políticas, procedimentos

13. Organização

13.1. No desempenho dessa função determinam-se os recursos humanos e materiais e estabelecem-se os modelos desejados de autoridade, responsabilidade implícita e responsabilidade assumida.

14. Motivação

14.1. É o que provoca o melhor desempenho dos membros das equipes de projetos e as outras pessoas que lhe dão apoio.

15. Direção

15.1. No cumprimento dessa função, os líderes de projetos e outros administradores preparam-se para uma liderança direta na produção e supervisão da execução das decisões envolvidas no compromisso de recursos de um projeto.

16. Controle

16.1. Nessa função, o administrador de projetos, os membros das equipes e outros administradores executam a monitoração, a avaliação e o controle do emprego de recursos que apóiam o projeto.

17. Ciclo de vida de um projeto

17.1. Fase 1 – Conceitual

17.2. Fase 2 – Planejamento

17.3. Fase 3 – Desenvolvimento

17.4. Fase 4 – Finalização

18. Gerenciamento do projeto

18.1. Uma vez que as tarefas tenham sido identificadas, o tempo e os recursos necessários ao seu cumprimento devem ser determinados. Este processo é chamado “estimativa”. Erros na estimativa da duração e custos das tarefas são as principais causas de falhas em projetos

19. Sistema de controle de mudanças

19.1. O SCM define os procedimentos para alterações no escopo do projeto. Inclui documentação, sistemas e níveis de aprovação necessários para mudanças. Quando o projeto está sendo realizado mediante contrato, o SCM deve contemplar os detalhes da mudança.

20. Principais causas de fracassos em projetos

20.1. • As metas e objetivos são mal estabelecidos; • Muitas atividades e pouco tempo para realizá-las; • As estimativas financeiras são pobres ou incompletas; • O projeto é baseado em dados insuficientes ou inadequados; • O sistema de controle é inadequado; • Projeto sem gerente ou com vários; • Não foi destinado tempo para o planejamento do projeto; • Não se conheciam as necessidades dos clientes; • Ineficiência no emprego de recursos; • Falta de dedicação por parte dos memb

21. Prinicipais causas de sucesso em projetos

21.1. • Acompanhamento adequado da alta administração; • Planejamento efetivo no início; • Autoridade e responsabilidade delegadas;

22. Benefícios da gestão de projetos

22.1. Os benefícios relacionam-se diretamente à eficiência da organização e à sua capacidade de administrar mudanças de maneira mais eficaz.

23. Técnicos: o resultado do produto do projeto.

23.1. 1. Melhora da produtividade, fornecendo o caminho mais direto para a solução do problema; 2. Aumento dos lucros pela redução do desperdício de tempo e de energia em soluções erradas; 3. Melhores tomadas de decisões na continuação e no término dos esforços de trabalho.