Primórdios da Colonização Portuguesa

Jetzt loslegen. Gratis!
oder registrieren mit Ihrer E-Mail-Adresse
Primórdios da Colonização Portuguesa von Mind Map: Primórdios da Colonização Portuguesa

1. As câmaras municipais:

1.1. Controle político das cidades

1.2. Era exercido pelos grandes proprietários locais os famosos “homens bons”

2. O Governo Geral

2.1. Devido o fracasso das capitanias D.João3ª resolveu criar o Governo Geral

2.2. Centralizar a administração colonial

2.3. Um governador geral que coordenasse e acelerasse o processo de colonização do Brasil

2.4. O primeiro governador geral foi:

2.4.1. Tomé de Souza

2.4.1.1. Fundou Salvador, primeira cidade e capital do Brasil

2.5. A administração do segundo governador geral:

2.5.1. Duarte da Costa

2.5.2. Apresentou sérios problemas:

2.5.2.1. Sublevação dos índios na Bahia

2.5.2.2. Conflito entre o governador e o bispo

2.5.2.3. A invasão francesa do Rio de Janeiro

2.6. Terceiro governo geral

2.6.1. Mem de Sá

2.6.2. Mem de Sá

2.6.3. Mostrou-se tão eficiente que a metrópole manteve no cargo até sua morte

2.6.4. Ele conseguiu expulsar os invasores franceses

2.7. Por duas vezes a colônia foi dividida temporariamente em dois governos gerais:

2.7.1. A repartição do Norte, com capital em Salvador

2.7.2. A repartição do Sul, com capital em Rio de Janeiro

3. Período Pré-Colonial (1500-30)

3.1. O governo português pouco se interessou pelo Brasil nos primeiros anos do descobrimento por conta do comércio das índias oferecer perspectivas de lucro muito mais imediatas

3.2. O abandono do Brasil foi apenas relativo, já que a coroa, além de arrendar a exploração de pau-brasil a empresas privadas, chegou a enviar duas expedições exploradoras e duas guarda-costas.

3.3. Novo Tópico

4. Início da Colonização

4.1. A partir de 1530, Portugal viu-se obrigado a mudar de atitude, por conta do fracasso do comércio de especiarias e a presença constante de contrabandistas franceses no litoral brasileiro

4.2. Com o objetivo de proteger sua colônia e desenvolver a produção açucareira, o rei D.João3ª enviou à primeira expedição colonizadora, sob o comando de Martin Afonso de Sousa

4.3. Martim Afonso:

4.3.1. Percorreu o litoral desde o Maranhão até o Rio da Prata

4.3.2. Combateu os contrabandistas que encontrou

4.3.3. Em 1532 fundou São Vicente, a primeira vila do Brasil

4.3.3.1. Marco inicial da Colonização portuguesa na América e local de instalação do primeiro engenho de açúcar

5. Capitanias Hereditárias

5.1. A implantação desse regime esta vinculada à incapacidade econômica do estado português

5.2. D.João3ª decidiu dividir o Brasil em capitanias hereditárias

5.3. Foi dividido em 14 capitanias

5.3.1. Umas delas subdividida em dois lotes

5.3.2. Doadas a 12 donatários

5.4. A carta de Doação:

5.4.1. Este documento estipulava os limites de território, definidos por linhas paralelas iniciadas no litoral e também que a capitania seria hereditária, indivisível e inalienável

5.5. Foral

5.5.1. Regulamentava minuciosamente os direitos do Rei

5.5.2. Na realidade os donatários não recebiam a propriedade das capitanias, mas apenas sua posse

5.6. São Vicente e Pernambuco foram as únicas capitanias que prosperaram

5.7. O fracasso do projeto decorreu por vários fatores:

5.7.1. Falta de coordenação entre as capitanias

5.7.2. Grande distância da metrópole

5.7.3. Excessiva extensão territorial

5.7.4. Ataques indígenas

5.7.5. Desinteresse de vários donatários

5.7.6. Insuficiência de recursos