Cirurgias Oncoginecológicas

Para a Professora Gabi

Jetzt loslegen. Gratis!
oder registrieren mit Ihrer E-Mail-Adresse
Cirurgias Oncoginecológicas von Mind Map: Cirurgias Oncoginecológicas

1. Tipos de Cirurgias:

1.1. Eletiva - Leva em consideração as vantagens e desvantagens(Prepara a Paciente)

1.2. Urgência - Não pode perder tempo - situações graves como hemorragias.

2. As vias de acesso podem ser; vaginal ou baixa, abdominal ou alta e combinada.

2.1. Vaginal - Menor complicação, recuperação mais rápida

2.2. Abdominal - Visa correção de defeitos ou patologias nos orgãos genitais altos mais usada - histerectomia.

2.2.1. Histerectomia é mais comum entre os 42-45 anos e é indicado para miomatose uterina, hemorradia uterina desfuncional, endometriose, adenomiose e neoplasia maligna. É dividido em 4 tipos sendo:

2.2.1.1. Histerectomia Subtotal - corpo removido

2.2.1.2. Histerectomia total - Corpo e colo removidos

2.2.1.3. Histerectomia com anexectomia uni ou bilateral - salpingectomia, ooforectomia, salpingooforectomia

2.2.1.4. Histerectomia Radical - Dissecação dos nódulos linfáticos, remoção dos paramétrios e tecidos da parede vaginal e biópsia com ou sem remoção dos tecidos

2.3. Combinada - Manejo de incontinência urinária de esforço, cistorretocele e é associada tanto à vaginal quanto abdominal.

3. Alto riscos para pacientes com obesidade; problemas respiratórios; idade; tabagismo; mobilidade reduzida; motivação do paciente, local da incisão; dependêntes de drogas ou álcool.

3.1. Complicações: Dor perioperatória; complicações respiratórias; complicações cardiovasculares; complicações urinárias e gastrointestinais; infecção pós-operatória; hemorragia; úlcera de decúbito e dispareunia.

4. Fisioterapia no pré-operatório avalia a situação atual da paciente fazendo avaliação postural, anamnese, ADM, força muscular.

4.1. Objetivos: controle e alívio da dor, manter a ventilação,prevenir distúrbios circulatórios, manter mobilidade e potência muscular, evitar escaras, corrigir postual, melhor funcionamento vesical.

4.1.1. Técnicas: Eletroterapia, massoterapia, acupuntura, exercícios de expanção torácica, mobilização de MMSS e MMII e orientação postural.

5. Mariana.H