Trabalho: "Profissões do futuro"

Kom i gang. Det er Gratis
eller tilmeld med din email adresse
Trabalho: "Profissões do futuro" af Mind Map: Trabalho: "Profissões do futuro"

1. No Brasil, principalmente na década de 80, grandes transformações tecnológicas foram experimentadas, e um grande exemplo desse movimento foi o setor bancário. Era o setor de serviços experimentando as grandes transformações propagadas pela tecnologia. Isso resultou na implantação de inúmeros caixas eletrônicos, internet Banking, aplicativos e demais funcionalidades. Mesmo com uma forte expansão que o setor bancário experimentou nesse período, não foi possível conter a redução do quadro de funcionários, que desde então caiu pela metade. Diante desse cenário de grande transformação, como avaliar se minha carreira corre risco? Segue abaixo algumas importantes reflexões: mercado de trabalho acirrado. O cenário econômico no Brasil emite sinais cada vez mais fortes de que esse ano de 2015 será bastante difícil, com uma possível recessão batendo em nossa porta. Alguns setores da economia, como as montadoras e autopeças, já dispensaram milhares de pessoas e os programas de demissão voluntaria já fazem parte de alguns setores. Com a economia “andando de lado”, como garantir emprego para um contingente médio de 800 mil jovens por ano entrando no mercado de trabalho? Vale ressaltar que em 2014 foram gerados somente 150 mil novos postos de trabalhos, um dos piores resultados dos últimos dez anos. Resultado: como existe uma oferta muito grande de profissionais, isso força para baixo os salários, sem contar a grande concorrência percebida

2. Profissões ameaçadas:

2.1. Contexto: vivemos numa sociedade que muda rapidamente, sempre com novidades e criaçõess; Isso, é óbvio, também da origem a novas necessidades, então é natural que algumas ocupações deixem de existir ou sejam modernizadas.O ideal é se manter atento às novas profissões do mercado. Todavia, isso não significa que você não possa trabalhar com o que ama. Para não perder espaço é importante sempre renovar, buscar novos aprendizados e demonstrar originalidade, um diferencial dos demais.

2.1.1. Apesar do assunto polêmico, algumas carreiras são consideradas imprescindíveis e não correm risco; "Médicos e advogados não vão desaparecer, mas uma parte do seu cmapo laboral será reduzida" Opina Publiano. "Dar respostas criativas um modo de inovar; afinal, é algo que, em teoria, o algoritmo não consegue fazer.

2.1.2. Piloto de avião - Onde já está sendo realizado testes para aviões 100% autônomos.

2.2. Profissões de risco:

2.2.1. Analista de investimento - A competição se da pelo algoritmo capaz de entender as condições do mercado e tomar decisões de investimento

2.2.2. Anestesista - A gigante Johnson & Johnson já desenvolveu o robô que aplica com sucesso anestesias em pacientes que serão submetidos a cirurgias simples.

2.2.3. Engenheiro de software - a inteligências artificial vem sendo aprimorada e com ela é possível criar softwares que geram mais soluções.

2.2.4. Arquitetos - Com o avanço da tecnologia, somente os profissionais com habilidades artísticas, cuja capacidade criativa não possa ser substituída por uma máquina, serão requisitados.

3. Profissões do futuro:

3.1. Contexto: o ser humano não vai competir com as máquinas ou ser substituído totalmente pelos robôs pois habilidades tipicamente humanas, como criatividade, comunicação, colaboração vão se tornar essenciais para os profissionais, independentemente da área de atuação. É crescente a demanda por antropólogos, etnógrafos e psicólogos para entender como as pessoas estão se comportando ante o avanço das tecnologias.

3.1.1. Tenha sempre em mente que o que é único e inovador jamais deixará de ser requisitado, independentemente da profissão

3.2. Profissões que vão surgir:

3.2.1. Compliance de algoritmos de inteligência artificial A inteligência artificial está a cada dia tomando mais decisões pelas pessoas. Em algum momento, que ocorra falhas e danos. Alguém precisa olhar para a questão do ponto de vista jurídico e definir qual foi o racional por trás de uma decisão da máquina

3.2.2. Engenheiro de holograma ou realidade mista Tende a crescer a procura por profissionais capazes de desenvolver sistemas e apresentações que utilizem hologramas, como ocorreu (e ainda ocorre) com os cientistas de dados.

3.2.3. Personaltrainer/nutricionista de dados pessoais Assim como as pessoas convivem com os excessos da alimentação, também há o excesso de compartilhamento de dados. Por conta disso, surgirão profissionais que farão o papel de coaches em determinar para quais mídias, cada pessoa deve direcionar maior ou menor atenção.

3.2.4. Psicólogo/psiquiatra especialista em transtornos digitais Com as pessoas cada vez mais viciadas em tecnologia, a capacidade de concentração passa a ficar menor. Isso fará com que os profissionais da área de psicologia e medicina se inovem para poder auxiliar nesse tipo de transtorno.

3.2.5. Assessor de privacidade A tendência é que surja um profissional para ajudar a lidar com toda essa exposição no ambiente on-line. O assessor de privacidade vai entender quais dados estão expostos ou como evitar mostrar demais.

4. Qualidade de vida:

4.1. A qualidade de vida no trabalho são praticas adotadas como uma forma de melhoria do ambiente de trabalho, ou seja,melhorar a produtividade por meio da satisfação dos funcionários. No futuro qualidade vida do trabalho tende a melhorar cada vez mais em muitas empresas já estão fazendo isso sempre no burguer King e o Google. Um exemplo disso o burguer King fez sala com videogames e o Google uma sala com camas e sala de música para os funcionários relaxarem. Quanto melhor a qualidade vida no trabalho melhor rendimento do funcionário e o humor.

5. Influência da tecnologia: