Planejamento MKT Digital Empresa: Cervejaria ES

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Planejamento MKT Digital Empresa: Cervejaria ES by Mind Map: Planejamento MKT Digital Empresa: Cervejaria ES

1. Diagnóstico Social

1.1. Tamanho e potencial do mercado

1.1.1. ES

1.1.1.1. Incentivo fiscal: O governo estadual reduziu a alíquota do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em 2017 de 27% para 12%. A partir do início de 2018, a alíquota passará a ser de 17%, quando as cervejarias artesanais poderão ser incluídas no Simples Nacional.

1.1.1.2. No entendimento do governo, o setor de cerveja artesanal tem boa influência socioeconômica no Espírito Santo: turismo e lazer. Quer transformar o estado em um polo de referência de produção de cerveja artesanal e especial, contribuindo para o desenvolvimento do turismo do Estado e para a competitividade do segmento.

1.1.1.3. Setor em franco crescimento.

1.1.1.4. Seis cervejarias registradas no Ministério da Agricultura.

1.1.1.5. Oito cervejarias em implantação.

1.1.1.6. Mais de 600 pessoas que fazem a bebida artesanal por hobby.

1.1.1.7. Dois produtores agrícolas já estão se dispondo a plantar matéria prima.

1.1.1.8. Os produtores de cerveja estão unidos pela Associação dos Cervejeiros Artesanais do Espírito Santo (Acerva-ES) e pelo Sindicato da Indústria de Bebidas em Geral do Estado do Espírito Santo (Sindibebidas).

1.1.1.9. Dados: SEAG - ES

1.1.2. Brasil

1.1.2.1. Recessão econômica nacional está atingindo o setor.

1.1.2.2. A categoria, que crescia a taxas anuais entre 30% e 40%, cresce neste ano a um ritmo pouco acima dos 10%

1.1.2.3. As vendas, antes concentradas em rótulos de R$ 30 a R$ 50 por litro, agora são mais fortes nas linhas de R$ 20.

1.1.2.4. O segmento artesanal representa 0,7% do setor cervejeiro, segundo dados do Instituto da Cerveja. A expectativa é que esse percentual aumente para 9% até 2022. A produção da categoria é estimada em 124 milhões de litros por ano.

1.1.2.5. Em 2016, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, 148 novas cervejarias foram criadas no país, somando 522 empresas. O crescimento foi de 39,6% no número de companhias.

1.1.2.6. Cervejarias artesanais oferecem mais de 80 estilos de cerveja catalogadas.

1.1.2.7. O público que consome esse tipo de cerveja é diferente do que ingere a bebida tradicional.

1.1.2.8. Falta competitividade para o mercado nacional de artesanais. São poucas as empresas que fabricam garrafas e o maquinário exigido.

1.2. Métricas e indicadores atuais

1.2.1. Redes Sociais

1.2.1.1. Como é a presença (sua marca)

1.2.1.1.1. Facebook

1.2.1.1.2. Instagram

1.2.1.2. Números atuais (sua marca)

1.2.1.2.1. Facebook

1.2.1.2.2. Instagram

1.2.1.3. Energia empregada x Resultado obtido

1.2.1.3.1. Facebook

1.2.1.3.2. Instagram

1.2.2. Site/Blog

1.2.2.1. Não possui site nem blog

1.3. Proposta de valor

1.4. Gestão de Equipes

1.4.1. Apps

1.4.1.1. Trello

1.4.1.2. Instamizer

1.4.1.3. Hootsuit

1.4.1.4. Mind Meister

2. Benchmarking

2.1. Análise de 3 concorrentes

2.1.1. Perguntas a responder

2.1.1.1. Como se relaciona

2.1.2. King Beer

2.1.2.1. Site: KingBier Cervejaria Artesanal

2.1.2.1.1. Em quais redes sociais gasta mais inergia

2.1.2.1.2. Loja virtual: página em construção

2.1.2.1.3. Serviço de agendamento de degustação

2.1.2.2. Facebook

2.1.2.2.1. 2,6k fãs

2.1.2.2.2. 0,46% de engajamento

2.1.2.2.3. 3,2% de interação

2.1.2.2.4. 32% de performace

2.1.2.3. Google Meu Negócio: 3,1 em avaliação

2.1.2.3.1. Não faz trabalho específico para a rede

2.1.3. Else

2.1.3.1. Site: ELSE BEER CERVEJARIA

2.1.3.2. Facebook

2.1.3.2.1. 2,1k de fãs

2.1.3.2.2. 2% engajamento

2.1.3.2.3. 6,3% de interação

2.1.3.2.4. 67% de performace

2.1.3.3. Google Meu Negócio: 4,5 de avaliação

2.1.3.3.1. Não faz trabalho específico para a rede

2.1.4. Barba Ruiva

2.1.4.1. Facebook

2.1.4.1.1. 23k fãs

2.1.4.1.2. 1,1% de engajamento

2.1.4.1.3. 4,4% de interação

2.1.4.1.4. 49% de performace

2.1.4.2. Instagram

2.1.4.2.1. Fãs - 20 mil

2.1.4.2.2. Média curtidas por postagem - Acima de 600. Algumas postagens passam de mil. O que pode significar o uso de Ads.

2.1.4.2.3. Interações por meio de comentários

2.1.4.3. Google Meu Negócio - 4,6 de avaliação

2.1.4.3.1. Não faz trabalho específico para a rede

2.2. Ferramentas

2.2.1. Fanpage Karma

2.2.2. Agora Pulse (monitoramento, estilo Seekr)

2.2.3. Facebook Insights

2.2.4. Alexa

3. Público-alvo

3.1. B2B ou B2C

3.1.1. Como o concorrente está posicionado (quais redes e mídias)

3.1.2. B2B

3.1.2.1. Bares / Pubs

3.1.2.2. Restaurantes

3.1.2.3. Supermercados

3.1.2.4. Cervejarias virtuais

3.1.2.5. Cervejarias físicas

3.1.3. B2C

3.1.3.1. Homens e mulheres

3.1.3.2. 30 a 45

3.1.3.3. Moradores da Região Metropolitana de Vitória

3.1.3.4. Interesses: cerveja, cerveja artesanal,

3.1.3.5. Vida financeira estável

3.1.3.6. Casa e carro próprio

3.1.3.7. Gostem de rock, blues, carros, motos e esportes

3.1.3.8. Saiam frequentemente para tomar cerveja com os amigos e também bebam em casa

3.1.3.9. O público que consome esse tipo de cerveja é diferente do que ingere a bebida tradicional. "São consumidores com estabilidade financeira e que já viajaram para o exterior. Conhecem outros lugares em que a cerveja artesanal é consumida com mais frequência"

3.1.3.10. 1964 pessoas por mês (dados do Google Adwords)

3.2. Persona

3.2.1. Fase 1

3.2.1.1. Rafael tem 32 anos, é recém casado, tem casa própria, carro, e é engenheiro. Gosta de rock, soul e blues.

3.2.1.2. Se amarra em carros e motos, é aventureiro e gosta de se reunir com os amigos, seja par relaxar no final de semana, ou no happy hour.

3.2.1.2.1. Amante de cerveja, recentemente conheceu o mundo das brejas artesanais, e até tem como hobby fazer as suas geladas em casa.

3.2.1.3. Morador de Bento Ferreira, em Vitória, tem dificuldade em encontrar um pub perto de casa, que tenha especialidade em vender cervejas artesanais.

3.2.1.4. Quer um espaço em que possa encontrar os amigos para falar das suas descobertas cervejeiras e para levar a esposa para se divertir com boa música, perto de casa e ao velho e bom estilo do ie-ie-ie.

3.2.2. Fase 2

3.2.2.1. Mariana é designer. Tem 40 anos e adora juntar as amigas para saborear um chope artesanal. Embora forte e amargo, ela prefere o tipo IPA, normalmente apreciado pelos barbados de plantão.

3.2.2.2. Moradora de Vila Velha, gosta de curtir a noite em Vitória, em especial por causa do namorado, que mora na região do Centro. Acostumados com a boemia da Rua Sete, gosta de variar ouvindo um bom rockand'roll.

3.2.2.3. Apesar de gostar da região sul de Vitória, onde estão os principais pubs da cidade, adoraria ter um espaço mais perto do apê da Jerônimo Monteiro.

4. Curadoria de conteúdo

4.1. Canais

4.1.1. Planejar

4.1.1.1. Facebook

4.1.1.1.1. Conteúdos fixos

4.1.1.1.2. Conteúdos sazonais / ações

4.1.1.2. Instagram

4.1.1.2.1. Conteúdos fixos

4.1.1.2.2. Conteúdos sazonais / ações

4.1.1.3. YouTube

4.1.1.3.1. Fase 1

4.1.1.3.2. Fase 2

4.1.1.4. Site

4.1.1.4.1. Criar o site que pode ser transformar em um e-commerce no futuro

4.1.1.4.2. Blog dentro desse site, para inclusão de conteúdos que serão usados no Inbound Marketing.

4.1.1.5. Google Meu Negócio

4.1.1.5.1. Criação

4.1.1.5.2. Manutenção com informações e posts

4.1.1.5.3. Habilitação para envio de mensagem

4.1.2. Agir

4.1.2.1. Após as postagens, verificar o que está trazendo resultados de conversão e engajamento e readequar, se necessário.

4.1.3. Monitorar

4.1.3.1. O que os concorrentes estão fazendo? Como nossos fãs reagiram aos nossos conteúdos? Está sendo positivo? Podemos melhorar?

4.2. Periodicidade

4.2.1. Definir dias e melhores horários

4.2.1.1. Facebook insights e twitter analytics

4.3. Linguagem e tipos de conteúdo

4.3.1. Foco NO

4.3.1.1. Fala em Vitória um pub e um local para comprar cerveja artesanal sem sair da cidade. A ideia é mostrar ao cliente que agora ficou mais fácil comprar esse produto e ainda apreciar boa música e um local pensado em pessoas que gostam de cerveja e rock.

4.3.2. Foco DO

4.3.2.1. Como a marca ainda não é muito conhecida, traremos conteúdos que foquem na apresentação, mostrando ao cliente que ele tem outras alternativas de cervejas especiais de qualidade produzidas na Grande Vitória.

4.3.3. Foto, Status, Vídeo, Link, Oferta

4.4. Prioridades, metas e objetivos

4.4.1. Prioridade

4.4.1.1. Fase 1: Usar as redes sociais para tornar a marca conhecida e consolidar a Cervejaria ES como primeira e maior cervejaria artesanal de Vitória

4.4.1.2. Fase 2: incentivar as vendas e as visitas à fabrica e ao pub.

4.4.1.3. Fase 3: Ampliar o conhecimento do local às cidades visinhas à região Metropolitana.

4.4.2. Metas

4.4.2.1. Redes Sociais

4.4.2.1.1. Facebook: 4 mil seguidores em seis meses e 8 em um ano.

4.4.2.1.2. Instagram: 700 seguidores em seis meses. 1 mil em um ano.

4.4.2.1.3. YouTube: 100 inscritos em seis meses e 300 em um ano.

4.4.3. Objetivos

4.4.3.1. Fase 1: posicionamento e afirmação da marca

4.4.3.2. Fase 2: consolidação da marca

4.5. Swot aplicado ao conteúdo http://agendor-blog-uploads.s3-sa-east-1.amazonaws.com/2016/05/11102248/matriz-swot-como-fazer-uma.png

4.5.1. Forças

4.5.1.1. Produto Regional

4.5.1.2. Boa localização

4.5.1.3. Fabricação própria

4.5.1.4. Produto de boa saída

4.5.1.5. Público em crescimento

4.5.1.6. Equipamento moderno

4.5.1.7. Instalações novas

4.5.2. Fraquezas

4.5.2.1. Preço

4.5.2.2. Novos no mercado

4.5.2.3. Pouco conhecidos

4.5.3. Oportunidades

4.5.3.1. Crescimento do mercado de cervejas artesanais

4.5.3.2. Incentivo legal

4.5.3.3. hábitos digitais do público,

4.5.3.4. Acesso à informação

4.5.3.5. Pouca concorrência local

4.5.3.6. Mercado aberto

4.5.4. Ameaças

4.5.4.1. Variedade de cervejas especiais nos supermercados

4.5.4.2. Concorrentes mais consolidados

4.5.4.3. Preço alto

4.5.4.4. Atual situação econômica do país

5. Monitoramento e reports

5.1. Tipo de relatório: visual

5.1.1. Periodicidade: Serão enviados relatórios semanais (as terças-feiras) mais enxutos e no fim do mês (todo dia 30) um relatório mais completo, com as métricas das mídias sociais detalhadas.

5.2. O que monitorar?

5.2.1. Facebook

5.2.1.1. Facebook Insights

5.2.2. YouTube

5.2.2.1. Youtube analytics

5.2.3. Instagram

5.2.3.1. Likes e comentários - insigths também

5.2.4. Site/Blog

5.2.4.1. Palavras de referência

5.2.4.1.1. Conteúdo de entrada

5.2.4.2. Tempo de permanência

5.2.4.3. Taxa de rejeição

5.2.4.4. Comentários

5.2.4.5. Público de audiência

5.2.4.5.1. Apps

5.2.5. Swarm/4square (varejo)

5.2.5.1. Tips, comentários e check-ins

5.2.6. Google Meu Negócio

6. Grupo Digital Sniper: Katarine Rosalem, Suhylla Rodrigues e Nathália Ton