HPC

Just an initial demo map, so that you don't start with an empty map list ...

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
HPC by Mind Map: HPC

1. Pensamento Patrístico

1.1. Inácio de Antioquia 35 - 107 d.C.

1.1.1. - Discípulo de João, Conheceu Paulo e Sucessor de Pedro. - 3º Bispo de antioquia. -

1.1.2. Cartas: - 1-3 - Éfeso, Magnésia, Trália: Exortação á obediência às autoridades eclesiásticas e advertência contra heresias. (Unidade da Igreja) - 4 - Roma: Encorajamento da igreja a orarem em seu favor para que não fosse privado de morrer por Cristo. Advertências. - 5 - 7 - Filadélfia, Esmirra e Policarpo: Exortações: Evitar contendas; combater heresias; ouvir seus pastores; permanecer na unidade da fé.

1.1.2.1. Gnosticismo

1.1.2.1.1. aquele que tem o conhecimento: é um conjunto de correntes filosófico-religiosas sincréticas que chegaram a mimetizar-se com o cristianismo nos primeiros séculos de nossa era, vindo a ser declarado como um pensamento herético após uma etapa em que conheceu prestígio entre os intelectuais cristãos.

1.1.2.2. Docetismo

1.1.2.2.1. Antecedente do Gnosticismo, defendia que o corpo de Jesus Cristo era uma ilusão, e que sua crucificação teria sido apenas aparente. Não existiam "docetas" enquanto seita ou religião específica, mas como uma corrente de pensamento que atravessou diversos estratos da Igreja.

1.2. Irineu de Lião 130 - 202 d.C

1.2.1. Bispo Grego. Discípulo de Policarpo, que foi discípulo de João.

1.2.2. - Defendeu a ortodoxia crista - Enfatizou os elementos da Igreja: Bispos, Escrituras e Tradição em detrimento ao gnosticismo.

1.2.2.1. Gnosticismo

1.2.2.1.1. aquele que tem o conhecimento: é um conjunto de correntes filosófico-religiosas sincréticas que chegaram a mimetizar-se com o cristianismo nos primeiros séculos de nossa era, vindo a ser declarado como um pensamento herético após uma etapa em que conheceu prestígio entre os intelectuais cristãos.

1.3. Orígenes 185 - 254 d.C.

1.3.1. Principal teólogo de Alexandria Expositor Alegórico Usou idéias platônicas na teologia

1.3.2. Salvação e verdade podem ser encontradas fora das Escrituras. Defendeu subordinação do Logos ao Pai. Formador de Teologia Sistemática

1.3.2.1. Celso, o Pagão

1.3.2.1.1. Crítico da doutrina do cristianismo.

1.4. Tertuliano 155 - 220 d.C.

1.4.1. Jurista - Cartago. Expoente da Teologia Latina Primeiro a produzir obra literária

1.4.2. Defendeu o AT e NT de Marcião Lançou base para doutrina da Trindade Defendia o principio da suficiêndas Escrituras.

1.4.2.1. Combateu Marcionismo

1.4.2.1.1. Diferença entre Deus criador, juíz e Deus Redentor, amor. Rejeitava o AT e fez o próprio NT. Jesus não era messias, era manifestação do Deus de amor.

1.4.2.2. Montanismo

1.4.3. Abraçou o montanismo no fim da vida.

1.5. Cipriano 200 - 258 d.C.

1.5.1. Mestre de Retórica Teólogo latino - Cartago

1.5.2. Favoreceu a teoria e prática da administração eclesiástica e discipulado cristão Unidade da igreja e o papel dos bispos na manutenção da ortodoxia. Argumentou que há somente uma igreja e fora dessa não há salvação Se converteu a um tipo de ascetismo cristão.

1.5.3. Não era prol a teologia

1.6. Atanásio 296 - 373 d.C.

1.6.1. Diácono, presbítero e bispo de Alexandria

1.6.2. Abordou cristologia defendendo que Deus assumiu natureza humana na pessoa de Cristo Foi defensor do ascetismo cristão Sua modo de interpretação conquistou o egito

1.6.2.1. refutou arianismo

1.6.2.1.1. Negação da divindade própria de Cristo Deus é impar não gerado Cristo foi criado antes do tempo Jesus é inferior a Deus

1.7. Pais Capadócios 329 - 394 d.C.

1.7.1. Basílio Magno 330 - 379 d.C.

1.7.2. Gregório de Nissa 329 - 389 d.C.

1.7.3. Gregorio Nazianzeno 335 - 394 d.C.

1.7.3.1. Tentaram explicar a doutrina da trindade como um único ser em três hipostases Criadores da ortodoxia grega Reconciliaram os homoeousianos

1.7.3.1.1. Refutaram arianismo

1.8. Agostinho De Hipona 354 - 430 d.C.

1.8.1. 1º Expoente da Filosofia Cristã

1.8.2. Maior Teólogo da Patrística

1.8.2.1. Participou das controvérsia: Donatista - Igreja e sacramentos Pelagiana - Graça e pecado Desenvolveu teologia da trindade e Visão cristã da história. Sistematizou a Eleição e predestinação

1.8.2.1.1. Refutou

2. Pensamento Medieval

2.1. Anselmo de Cantuária 1033 - 1109 d.C.

2.1.1. Arcebispo de Cantuária Pioneiro Escolástica Realista Teologia da revelação natural: Creio para que possa entender: A razão não comprova nem nega a fé, ela elucida a fé Argumento ontológico: em favor da existência de Deus. Doutrina da expiação e satisfação

2.2. Pedro Abelardo 1079 - 1142 d.C.

2.2.1. Filosofo Teologo realista moderado

2.2.2. Rejeitou a teoria da expiação de Anselmo Teoria moral da Expiação Trinitarismo modal Aprendo e sei para que possa crer

2.3. Bernardo de Claraval 1090 - 1153 d.C.

2.3.1. Ajudou a sanar o cisma papal 1130 Piedade ardente Micisticismo desprovido de gnose e maniqueismo

2.3.2. Monge Cistercience O martelo dos hereges Místico

2.4. Pedro Lombardo 1100 - 1160 d.C.

2.4.1. Bispo de Paris Filósofo

2.4.2. Priorizou método escolástico Uso de método lógico para definição da ortodoxia Sete sacramentos Rompeu com a eclesiologia da Tradição Neo-docético Trinitarismo modal

2.5. Tomás de Aquino 1224 - 1274 d.C.

2.5.1. Maior filósofo e teólogo sistemático Cristão

2.5.2. Aliou a filosofia aristotélica a teologia O conhecimento de Deus é obtido por analogias - 5 vias: movimento, causa e efeito, ser coningente e ser necessário, perfeição e teologia observável. Via na filosofia um auxilio á fé A razão é um forte amparo da fé.