Espécie Strongylus vulgaris

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Espécie Strongylus vulgaris by Mind Map: Espécie Strongylus vulgaris

1. Hospedeiro definitivo: equinos e asininos.

2. Localização: intestino grosso.

3. Ordem Strongylida

3.1. Parasitos de grande importância para mamíferos e aves.

3.2. Cápsula bucal bem desenvolvida, podem ter dentes e coroas lamelares.

3.3. Machos com bolsa copuladora.

3.4. Ovos de casca dupla e fina, com várias células em seu interior (ovo modulado).

4. Características morfológicas:

4.1. Vermes robustos

4.1.1. Fêmeas: 20-24mm

4.1.2. Machos: 14-16 mm

4.2. Coloração vermelho escuro

4.3. Encontrados na mucosa intestinal I

4.4. Cápsula bucal bem desenvolvida e oval, com coroa franjada. Possui 2 dentes arredondados com formato de orelha na base e um ducto dorsal da glândula esofagiana.

4.5. Esôfago claviforme

4.6. Machos: bolsa copuladora e 2 espículos médios.

4.7. Adultos hematófagos

4.8. Fêmeas com corpo terminado em afilamento.

5. Ciclo biológico

5.1. Os parasitos adultos são encontrados no cólon e no ceco.

5.2. Os ovos são eliminados nas fezes e, em 2 semanas, se desenvolvem em L3.

5.3. O hospedeiro definitivo ingere a L3 nas pastagens ou água contaminadas.

5.4. No intestino delgado as larvas perdem a bainha de proteção e vão para o intestino grosso para penetrar na mucosa e realizar a muda para L4 na submucosa, após 7 dias de ingestão.

5.5. As L4 penetram em pequenas artérias e vão pelo endotélio para a artéria mesentérica cranial, onde mudam para L5 após meses, e retornam a parede do intestino através da luz das artérias.

5.6. Ao redor das larvas se formam nódulos e lesões, principalmente na parede do cólon e ceco. Há ruptura dos nódulos à medida que as larvas aumentam de tamanho, liberando adultos jovens na luz intestinal, onde há diferenciação sexual.

5.7. Após a cópula, as fêmeas botam os ovos, que sairão com as fezes e se desenvolverão no ambiente

6. Período pré-parente: 6-7 meses