GÊNERO TEXTUAL CONTO

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
GÊNERO TEXTUAL CONTO by Mind Map: GÊNERO TEXTUAL CONTO

1. Definições e fundamentação

1.1. Ato de narrar acontecimentos: reais ou fictícios.

1.1.1. Textos Narrativos: Quem? • Que? • Quando? • Onde? • Por quê?

2. Elementos do Conto

2.1. Narrador: Narrador em 1ª pessoa – Narrador-personagem. Narrador observador – Narrador em 3ª pessoa, relata os acontecimentos. Narrador onisciente – Narrador em 3ª pessoa, relata os acontecimentos, incluindo passado, futuro e pensamentos dos personagens.

2.1.1. Tempo: Tempo cronológico - ordem natural dos acontecimentos, delimitado pelos ponteiros do relógio, pelos dias, meses, anos, séculos. Tempo psicológico - elementos de ordem sentimental dos personagens, revelado pelas emoções, pela imaginação e pelas lembranças do passado.

2.1.1.1. Espaço:Lugar onde as ações acontecem e se desenvolvem

2.1.1.1.1. Enredo:Trama (início, desenvolvimento, clímax e desfecho).

3. CONTO - Características específicas

3.1. Narrativa curta - Escrita em prosa; • Apresenta diretamente o assunto; • No conto tudo importa - cada palavra é uma pista; • Descrição - informações valiosas; • Adjetivos são insubstituíveis; • Tudo está cheio de significado: Cada vírgula, Cada ponto, Cada espaço. 7 • Apenas um conflito; • Clímax – Maior Tensão; • Poucos personagens; • Espaço ou cenário limitado; •Recorte temporal reduzido; • Tem por finalidade emocionar, entreter, divertir e instigar o leitor; • Pode ser publicado em livros, revistas, jornais e outros meios; • Temáticas variadas; • Verossimilhança

3.1.1. Verossimilhança • Verossimilhança - Latim verisimilis - “provável”; • A narrativa precisa ser constituída de um universo possível. • Os fatos não precisam corresponder de forma exata ao universo exterior, mas necessariamente precisam ser verossímeis, semelhantes à realidade. * Verossimilhança externa – Trata-se daquilo que é aceito pelo senso comum, tido como possível, provável. * Verossimilhança interna – coerência narrativa: sequência temporal dos fatos; uma causa (um fato), desencadeia uma consequência; origem a novos fatos.