ACOLHIMENTO AO PACIENTE ONCOLÓGICO EM CENTRAL DE QUIMIOTERAPIA

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
ACOLHIMENTO AO PACIENTE ONCOLÓGICO EM CENTRAL DE QUIMIOTERAPIA by Mind Map: ACOLHIMENTO AO PACIENTE ONCOLÓGICO EM CENTRAL DE QUIMIOTERAPIA

1. Busca por um tratamento Humanizado

1.1. Entender o papel do profissional da enfermagem no atendimento desses pacientes

1.2. Objetivos

1.2.1. Compreender a importância do acolhimento realizado pela equipe de enfermagem ao paciente oncológico em serviço de quimioterapia.

1.2.2. Reconhecer as formas do acolhimento realizado durante a assistência da enfermagem ao paciente oncológico.

1.2.3. Analisar os desafios para a humanização das relações paciente-enfermeiro.

1.2.4. Propor resoluções para as dificuldades levantadas.

1.3. Justificativa

1.3.1. Necessidade do profissional de enfermagem conhecer e se sensibilizar com as angustias e medos dos pacientes em tratamento oncológicos.

2. Revisão bibliográfica

2.1. Revisão bibliográfica dissertativa

2.1.1. Saúde como um bem-estar físico, mental e social

2.1.1.1. Relacionar a humanização com a prática dos profissionais da equipe multidisciplinar em qualquer setor envolvido

2.2. Centrais de quimioterapia

2.2.1. Pacientes em tratamento de quimioterapia

2.2.1.1. Desafios diários enfrentados pelos profissionais da enfermagem

2.3. Revisão de artigos científicos em revistas especializadas na grande área das ciências da saúde, enfermagem e oncologia

2.3.1. Instrumentos de coleta de dados

2.3.1.1. 31 documentos

2.3.1.1.1. 27 artigos científicos

2.3.1.1.2. 01 (um) livro

2.3.1.1.3. 02 (dois) protocolos

2.3.1.1.4. 01 (um) diretriz sobre o tema abordado

2.3.2. Leitura e síntese de artigos, livros, diretrizes governamentais.

3. Referências

3.1. BARROS, R. D. B.; PEREIRA, E. H. P. Humanização

3.2. BORGES, G. G.; NUNES, L. M. P.; SANTOS, L. C. G.; SILVINO, Z. R. Biossegurança na Central de Quimioterapia: o Enfermeiro frente ao Risco Químico

3.3. BRITO, N. T. G.; CARVALHO, R. A humanização segundo pacientes oncológicos com longo período de interação

3.4. COSTA, C. A.; FILHO, W. D. L.; SOARES, N. V. Assistência humanizada ao cliente oncológico: reflexões junto à equipe.

3.5. FERREIRA, A. S.; BICALHO, B. P.; NEVES, L. F. G.; MENEZES, M. T.; SILVA, T. A.; FAIER, T. A.; MACHADO, R. M. Prevalência de ansiedade e depressão em pacientes oncológicos e identificação de variáveis predisponentes.

3.6. GUERREIRO, G. P.; ZAGO, M. M. F.; SAWADA, N. O.; PINTO, M. H. Relação entre espiritualidade e câncer: perspectiva do paciente.

3.7. GUIMARÃES, J. R. Q. Manual de Oncologia

3.8. LIMA, P. C.; COMASSETTO, I.; FARO, A. C. M.; MAGALHÃES, A. P. N.; MONTEIRO, V. G. N.; SILVA, P. S. G. O ser enfermeiro de um central de quimioterapia frente à morte do paciente oncológico

3.9. MARINHO, S. S. M. M.; DOMINGUES, K. C. C. M.; OLÁRIO, P. S. Humanização da assistência frente ao paciente oncológico: uma revisão integrativa

3.10. MARTINS, C. S. O.; ARAÚJO, D. C.; BACARDI, M. I. B.; ANDRADE, H. R.; PINHEIRO, F. G. M. S.; VAEZ, A. C. Comunicação e humanização: ferramentas da enfermagem na assistência à família do paciente oncológico

3.11. MANSANO-SCHLOSSER, T. C.; CEOLIM, M. F. Qualidade de vida de pacientes com câncer no período de quimioterapia

3.12. MATOSO, L. M. L.; ROSÁRIO, S. S. D.; MATOSO, M. B. L. As estratégias de cuidados para o alívio dos efeitos colaterais da quimioterapia em mulheres

3.13. MINISTÉRIO DA SAÚDE (BR). Instituto Nacional do Câncer. Estimativa 2020, Incidência do Câncer no Brasil

3.14. SANTOS, L. M.; SOUZA, W. L. SANTOS, G. S.; PEREIRA, E. R.; SILVA, R. M. C. R. A.; ESCUDEIRO, C. L. Acolhimento aos pacientes e familiares atendidos no ambulatório de oncologia: um relato de experiência