Crise do petróleo 2020

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Crise do petróleo 2020 by Mind Map: Crise do petróleo 2020

1. A forte queda do preço do petróleo é reflexo da luta contra o coronavírus.

1.1. A segunda maior economia do mundo e primeiro importador de petróleo do planeta (China), fechou suas fronteiras e diminuiu sua atividade econômica.

2. No dia 5/6 de Março, a Opep se reuniu com a Rússia (Opep+), porém não chegaram em nenhum acordo.

2.1. A Rússia rejeitou a oferta do Cartel em cortar adicionalmente 1,5 milhão de barris por dia até o final do ano.

2.1.1. A Opep tentou evitar o excesso de oferta no mercado.

3. No dia 8 de Março ocorreu a maior queda diária de cotação de commodity, caindo 31% nos mercados asiáticos.

4. A estimativa da demanda atual do petróleo passou de 990 mil barris de petróleo por dia para 920 mil em 2020.

4.1. A Arábia Saudita informou que as suas exportações de petróleo devem aumentar para acima de 10 milhões de barris por dia nos próximos meses.

5. Impacto no mercado

5.1. A queda dos preços do petróleo juntamente ao avanço do coronavírus impactou o mercado principalmente as empresas que dependem do petróleo e suas operações.

5.1.1. A maior empresa da América Latina (Petrobras) já perdeu aproximadamente 175 bilhões de reais em valor de mercado.

5.2. Nos EUA, a Exxon Mobil operou uma queda de quase 5% e já desvalorizaram 53%.