Tópicos de Atuação Profissional na Biomedicina

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Tópicos de Atuação Profissional na Biomedicina by Mind Map: Tópicos de Atuação Profissional na Biomedicina

1. Meio Ambiente

1.1. Análises Bromatológicas

1.1.1. Análises físico-químicas e microbiológicas de amostras para aferição da qualidade dos alimentos.

1.2. Análises Ambientais

1.2.1. Realiza análises físico-químicas e microbiológicas para o saneamento do meio ambiente.

2. Docência e Pesquisa

2.1. Poderá exercer a docência em instituições de ensino em disciplinas na qual o mesmo tenha sido capacitado. Também poderá ser responsável por pesquisas na área na qual o mesmo for habilitado e em pesquisa clínica em hospitais e em instituições de ensino.

3. Saúde Pública

3.1. Desenvolvimento e implementação de projetos governamentais.

3.1.1. -DST’s. -Zoonoses. -Saúde do trabalhador. -Atendimento à população carcerária.

3.2. Análise, acompanhamento e fiscalização dos processos de terceirização de serviços da saúde.

4. Citologia Oncótica

4.1. Estudo de doenças a partir da observação de células obtidas por esfregaços, aspirações, raspados e centrifugação de fluídos, utilizando técnicas microscópicas.

5. Perfusão Extracorpórea

5.1. Substituição temporária das funções de órgãos vitais (p.ex: coração e pulmões) durante cirurgias torácicas ou cardíacas.

5.2. O biomédico atua operando a maquina extracorpórea durante o procedimento cirúrgico, garantindo o funcionamento da circulação sanguínea e das atividades vitais do organismo.

6. Banco de Sangue

6.1. Executar o processamento de sangue e suas sorologias;

6.2. Realizar exames pré e pós transfusionais;

6.3. Assumir chefias técnicas, assessorias e direção de unidades;

6.4. Manusear equipamentos de auto-transfusão.

7. Análises Clínicas (Patologia Clínica)

7.1. O profissional habilitado em análises clínicas tem competência para coletar amostras e realizar todos os tipos de exames de Análises Clínicas, emitir e assinar os respectivos laudos. Também pode assumir responsabilidade técnica por laboratórios de análises clínicas e estabelecimentos afins. As principais áreas de competência do analista clínico são: Parasitologia, Microbiologia, Bioquímica, Imunologia, Hematologia.

8. Biologia Molecular

8.1. Aprimoramento do diagnóstico clínico;

8.2. Realiza coleta de material e análise de sua composição molecular. Além disto, este profissional está capacitado para desenvolver perícia, emitir e assinar laudos e elaborar pareceres técnicos.

9. Genética

9.1. Realiza procedimentos para a identificação de fragmentos de DNA, utilizando-se, para isto, de técnicas de citogenética, como culturas celulares, preparações e análises citológicas. O Biomédico Geneticista pode emitir e assinar laudos, realizar consultorias na área, atuar como aconselhador genético e atuar em pesquisa genética.

9.2. Análises Cromossômicas no diagnóstico citogenético, para identificação da paternidade e do perfil molecular na perícia criminal.

10. Reprodução Humana

10.1. Realiza análises de identificação e classificação oocitária, processamento seminal, espermograma, criopreservação seminal, classificação embrionária, criopreservação embrionária, biópsia embrionária e Hatching, entre outras técnicas que permitam a reprodução assistida. O biomédico habilitado em reprodução humana também pode atuar na área de embriologia, em banco de sêmen, e efetuar a manipulação de gametas e pré-embriões, além de assinar laudos e assumir a responsabilidade técnica do laboratório.

11. Imagenologia

11.1. Permite ao biomédico exercer as seguintes atividades, sob a supervisão de médico radiologista:

11.1.1. Tomografias computadorizadas;

11.1.2. Ressonância magnética;

11.1.3. Radiologia;

11.1.4. Mamografia;

11.1.5. Densitometria óssea;

11.1.6. Ultrassonografia;

12. Acupuntura

12.1. Atuar clinicamente em consultório e otimizar os tratamentos convencionais de saúde, através do equilíbrio energético e o reestabelecimento da integração funcional dos sistemas orgânicos;

12.2. Atuar com docência em cursos de especialização e nas universidades.

13. Gestão das Tecnologias em Saúde

13.1. Responsável técnico pela elaboração e implantação do plano de gerenciamento das tecnologias utilizadas na prestação de serviços de saúde.

14. Auditoria

14.1. Atua no controle da gestão dos sistemas de saúde, para verificar sua conformidade com os padrões estabelecidos ou detectar situações que exijam maior aprofundamento;

14.2. Avaliação da estrutura dos processos aplicados e dos resultados alcançados, para aferir sua adequação aos critérios e parâmetros exigidos de eficiência, eficácia e efetividade. O campo de trabalho está diretamente ligado aos processos de certificação e acreditação para laboratórios de análises clínicas, indústrias e hospitais.

15. Sanitarista

15.1. Está apto para atuar nas mesmas áreas da Saúde Pública, com ênfase nos departamentos de Vigilância Sanitária, Epidemiologia e Zoonoses.

16. Toxicologia

16.1. Pode atuar nas áreas Forense, Ambiental, Analítica, Ocupacional e Experimental, as quais têm como objeto de estudo os efeitos adversos das substâncias químicas sobre os organismos. Apresenta como principais atividades a quantificação dos agentes toxicantes em diversas matrizes, sendo estas biológicas (sangue, urina, cabelo, saliva, vísceras, etc.) ou não (água, ar, solo).

17. Farmacologia

17.1. Permite a realização de estudos sobre os efeitos dos fármacos no organismo humano e suas interações com outras substâncias a partir do estudo de suas propriedades físicas, químicas e bioquímicas para o desenvolvimento de novos medicamentos.