Dietas da moda

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Dietas da moda by Mind Map: Dietas da moda

1. Dieta Dukan

1.1. prega que a alimentação deve ser baseada em proteínas, com redução considerável de carboidratos e também frutas, legumes e verduras.

1.2. Vantagens – As proteínas são nutrientes de digestão lenta, o que contribui para prolongar a sensação de saciedade; -E também é muito fácil encontrar boas opções nas refeições feitas fora de casa; - O consumo das proteínas ajuda a preservar a massa magra do corpo.

1.2.1. Desvantagens: aumentar os níveis do “colesterol ruim” (LDL). Pelo fato de ser muito restritiva, há a privação de vitaminas, sais minerais e fibras para o organismo. O baixo consumo de carboidratos pode resultar na falta de energia e também a constipação pelo pouco consumo de fibras.

2. Dieta low-carb

2.1. define a redução dos carboidratos e aumento subsequente de proteínas e gorduras.

2.1.1. Vantagens:

2.1.2. – A perda de peso é rápida devido ao consumo limitado de carboidratos;

2.1.3. – Essa mesma limitação também pode ajudar a melhorar graves condições de saúde como diabetes, pressão alta, síndrome metabólica e doenças cardiovasculares;

2.1.4. – Bem como as dietas à base de proteínas, a low-carb sacia por mais tempo após a refeição;

2.1.5. Desvantagens:

2.1.6. – Há a perda de músculo junto com a gordura, o que deixa o metabolismo mais lento;

2.1.7. – A maioria dos alimentos existentes possuem carboidratos, então, eliminar esse grupo do cardápio torna as escolhas escassas.

3. Dieta Cetogênica

3.1. A base dessa dieta é a cetose, processo de quebra de células de gordura pelo fígado, que são transformadas em energia.

3.1.1. Vantagem : – Há a perda de peso rápida com preservação de massa magra, ao contrário da low-carb e dietas como a Dukan e Atkins. “A cetose diminui a fome e ajuda na queima de gordura”,

3.1.1.1. Desvantagens: – O problema é que ela é bem restritiva e muitas pessoas podem não se adaptar; – Tem um custo alto; – Exige disciplina militar de não ingerir nada que não esteja nas recomendações para não cortar o processo de cetose.

4. Dieta Atkins

4.1. Dieta proteica altamente restritiva, não permite nem manteiga ou azeite para cozinhar.

4.1.1. Vantagem:

4.1.2. – Como já mencionado antes, a grande quantidade (ilimitada) de proteína nesse tipo de dieta ajuda a manter a saciedade;

4.1.3. Desvantagens :

4.1.4. – As proteínas normalmente têm alto de teor de gordura, o que piora condições cardiovasculares e níveis de colesterol no sangue;

4.1.5. – Os legumes são muito restritos;

4.1.6. – Essas duas limitações podem levar à quadros de tontura, fraqueza, desmaios e também constipação intestinal pelo baixo consumo de fibras

5. Dieta da Cabala

5.1. Essa dieta consiste em eliminar, durante 22 dias, qualquer tipo de carne, bebidas alcoólicas, alimentos processados, glúten e laticínios. Dessa maneira, o cardápio fica distribuído com 80% de carboidratos, 10% de gordura e 10% de proteínas.

5.1.1. Vantagens:

5.1.2. – Restrição dos alimentos processados, normalmente ricos em sódio, gorduras e açúcares;

5.1.3. – Restrição das bebidas alcoólicas: elas já não têm nutrientes para o nosso organismo e possuem ainda quantidades elevadas de calorias;

5.1.4. – Restrição do glúten

5.1.5. Desvantagens:

5.1.6. – Basicamente não há um programa para após os 22 dias, então, você pode ficar meio “órfã” de instruções;

5.1.7. – Essa dieta não é nutricionalmente equilibrada, pois a quantidade de carboidratos é elevada, enquanto a de gorduras e proteínas é reduzida;

5.1.8. – Pela grande restrição a chance de desistência é bem grande, além do efeito sanfona;

6. Dieta paleolítica

6.1. A dieta define nos seguintes alimentos: carne vermelha, sementes, castanhas e carboidratos (provenientes desses ingredientes)

6.1.1. Vantagens:

6.1.2. – Alta ingestão de antioxidantes, fibras, vitaminas e baixa ingestão de sal;

6.1.3. – Mudança do estilo de vida como um todo: elimina o tabagismo (e o alcoolismo) e incentiva a prática de exercícios físicos como os nossos ancestrais.

6.1.4. Desvantagens:

6.1.5. – A exclusão de leites e derivados pode levar à deficiência de cálcio, por estes serem as principais fontes;

6.1.6. – As opções bem restritas dificultam o convívio social, então, será difícil levá-la para fora de casa.

7. Dieta da moda:Dieta da moda

7.1. são sazonais e prometem emagrecimento rápido e de forma milagrosa. Normalmente elas são extremamente restritivas, desbalanceadas e generalistas, causando carências importantes e um grande desequilíbrio orgânico.

8. Alimentação contemporânea

8.1. Consiste nas transformações globais nos padrões alimentares

8.1.1. O aumento no consumo de açúcar, refrigerantes, carnes, e embutidos e a redução no consumo de frutas, verduras, legumes e cereais integrais, modificou drasticamente o padrão alimentar

9. Imagem corporal

9.1. Imagem corporal é a representação mental que cada indivíduo faz de seu próprio corpo; também conhecido como consciência corpórea.

10. Aplicação Nutricional

10.1. O profissional elabora a dieta com base nas características do indivíduo, seus hábitos, horários, rejeição a alimentos, entre outras informações importantes. É feita uma profunda anamnese, que consiste em um questionário detalhado que vai permitir ao nutricionista montar um cardápio personalizado. Até mesmo a definição do peso ideal depende de diversas variáveis.

10.2. E é fundamental que o profissional de nutrição esteja engajado na divulgação dos malefícios que dietas excessivamente restritivas trazem à saúde. Um dos seus principais papéis é atuar no aspecto educativo para que a pessoa obesa não apenas siga a dieta correta pelo tempo necessário como adquira hábitos que permitam a ela continuar com uma alimentação saudável. Por isso, o profissional também deve insistir na educação nutricional como fator preventivo, principalmente na infância, que é quando se formam os hábitos que o indivíduo tende a seguir por toda a vida.