NBR 13787 - MAR 1997 - Controle de estoque dos sistemas de armazenamento subterrâneo de combustív...

NBR 13787 - MAR 1997 - Controle de estoque dos sistemas de armazenamento subterrâneo de combustíveis (SASC) nos posto de serviço.

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
NBR 13787 - MAR 1997 - Controle de estoque dos sistemas de armazenamento subterrâneo de combustíveis (SASC) nos postos de serviço by Mind Map: NBR 13787 - MAR 1997 - Controle de estoque dos sistemas de armazenamento subterrâneo de combustíveis (SASC) nos postos de serviço

1. Sumário Prefácio

1.1. 1. Objetivo

1.2. 2. Definições

1.2.1. 2.1 pasta para combustível: Pasta que, em contato com o combustível em estado líquido, identifica a sua presença com a mudança de cor.

1.2.2. 2.2 pasta para água: Pasta que, em contato com a água em estado líquido, identifica a sua presença com a mudança de cor.

1.2.3. 2.3 tubo de carga: Tubo instalado no interior do tanque, ligado à boca de enchimento, destinado ao recebimento de combustível.

1.2.4. 2.4 totalizador ou encerrante: Componente instalado na unidade computadora, que apresenta o somatório dos volumes bombeados.

1.2.5. Origem: Projeto 09:403.01-011:1996 CB-09 - Comitê Brasileiro de Combustíveis (Exclusive Nucleares) CE-09:403.01 - Comissão de Estudo de Estocagem e Manuseio de Combustíveis para a Instalação e Operação de Postos de Serviço NBR 13787 - Standard for stock control of underground storage systems at service stations Descriptors: Stock control. Fuel. Station service.Tank Válida a partir de 30.04.1997

1.2.6. 2.5 unidade abastecedora: Equipamento destinado ao abastecimento dos veículos, indicando o volume, preço unitário e valor a pagar.

1.2.7. 2.6 operador: Representante local do proprietário do posto de serviço ou seu preposto.

1.2.8. 2.7 controle de estoque: Coletânea de formulários utilizados para avaliar as variações diárias de estoque ao longo de um período.

1.2.9. 2.8 unidade de filtragem: Equipamento eletromecânico com bombeamento próprio, com ou sem reservatório.

1.3. 3. Condições gerais

1.4. 4. Procedimentos operacionais

1.4.1. 4.1 Estoque físico

1.4.2. 4.2 Volume recebido

1.4.3. 4.3 Movimentação do estoque

1.4.4. 4.4 Variações de estoque

1.4.5. 4.5 Periodicidade das medições

1.5. 5. Formulário controle de estoque

1.6. 6. Verificação da estanqueidade do tanque através da variação de estoque

1.7. ANEXOS

1.7.1. A - Formulário controle de estoque

1.7.2. B - Instruções sobre o preenchimento do formulário controle de estoque