O mundo do trabalho e a educação profissional

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
O mundo do trabalho e a educação profissional by Mind Map: O mundo do trabalho e a educação profissional

1. Conceitos principais

1.1. Trabalho

1.1.1. do latim Tripalium - instrumento agrícola e também conhecido como instrumento de tortura.

2. Objetivo do trabalho

2.1. uma simples solução de sobrevivência até a condição

2.2. de realização e reconhecimento pessoal

3. O trabalho e a subjetividade

3.1. a interferência do trabalho e sua condições na vida humana são cada vez maiores;

3.2. sentir-se úteis, estabelecer relações, alimentar a auto-estima, significando a si mesmos e a vida.

3.3. Os relacionamentos estabelecidos no trabalho são por vezes prejudiciais, adicionados de longas jornadas e intrincadas metas, podem levar o trabalhador a desgastes psicológicos, em sofrimento mental, que podem traduzir-se em problemas de saúde.

4. Transformações

4.1. 1ª Revolução industrial

4.1.1. Desenvolvimento da máquina a vapor

4.1.2. Substituição do trabalho artesanal pela manufatura - produção em larga escala.

4.1.3. Trabalho rotineiro, mecânico e divido em etapas

4.2. 2ª revolução industrial

4.2.1. Desenvolvimento da energia elétrica e do petróleo

4.2.2. Criação das linhas de montagem (Fordismo)

4.2.3. O homem visto como uma máquina, de quem é cobrado produzir cada vez mais em menor tempo.

4.3. 3ª revolução industrial

4.3.1. TICs, genética; biotecnologia, globalização

4.3.2. redução no número de trabalhadores;

4.3.3. exigência de maior especialização

4.4. 4ª Revolução industria

4.4.1. nanotecnologia; inteligência artificial; interação entre o físico e o digital

4.4.2. mudanças radicais nos tipos de emprego;

4.4.3. excesso de informação

4.4.4. É uma nova era tecnológica, surgem novas relações de trabalho e de capital, exigindo do trabalhador uma postura mais competitiva e com maiores habilidades e capacidades. Este sistema explora não só a força de trabalho, mas, também, a capacidade intelectual do indivíduo, exigindo dele maior esforço.

4.4.5. especialista - generalista

5. O ingresso no mercado de trabalho

5.1. Dos jovens é exigido que tenha capacitação, mas que mantenha o espírito inovador. Constantemente é repelido pela falta de experiência, ou contratado simplesmente por representar baixo custo.

5.2. Dos profissionais experientes é cobrada a atualização constante, a mobilidade e flexibilidade. Muitas vezes é repelido pelo alto custo.

6. Formação profissional

6.1. Encontra-se em um momento de reconstrução;

6.2. O conhecimento e a experiência devem valer mais que a certificação