O PODER DO HABITO - Autor: Charles Duhigg

Resumo do livro - O Poder do Habito.

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
O PODER DO HABITO - Autor: Charles Duhigg by Mind Map: O PODER DO HABITO - Autor: Charles Duhigg

1. PARTE I Os hábitos Individuais

1.1. 40% do que fazemos são por habitos

1.1.1. Isso fez com que os cientistas o estudassem e descobrissem que os hábitos, suas práticas rotineiras, são armazenadas em uma área do cérebro totalmente diferente do lobo temporal, responsável pela memória.

1.1.1.1. Isso provou que nós aprendemos e tomamos decisões inconscientes sem a necessidade de nos lembrarmos sobre os fatos que levaram àquela decisão ou aprendizado.

1.1.2. Os hábitos funcionam para economizar energia

1.2. O Loop do Hábito

1.2.1. Como os Hábitos funcionam?

1.2.1.1. Uma DEIXA

1.2.1.1.1. Um gatilho ou motivação para iniciar um hábito

1.2.1.1.2. Qual o melhor hábito para determinada situação?

1.2.1.2. Uma ROTINA

1.2.1.2.1. Atividade corriqueira

1.2.1.3. Uma RECOMPENSA

1.2.1.3.1. Um comando mental informando que aquela rotina é boa/funciona e deve ser armazenada/repetida

1.2.1.3.2. Espécie de premio ou sensação de satisfação por realizar uma tarefa

1.3. O Cérebro ansioso

1.3.1. O desejo tende a evoluir para um anseio obsessivo

1.3.2. Os hábitos são poderoso porque criam anseios neurológicos

1.4. A Regra de ouro da mudança de Hábito

1.4.1. Voce pode permanecer com a DEIXA e com a RECOMPENSA, contudo a ROTINA deve ser mudada

1.4.2. Ex.

1.4.2.1. Fumante

1.4.2.1.1. A partir do momento que aparecer uma DEIXA para fumar, inclua outro tipo de ROTINA. O importante será obter a mesma sensação de RECOMPENSA

1.4.3. Sistema de Crenças

1.4.3.1. Frase de Gandi

1.4.3.1.1. Nossas CRENÇAS se transformam em PENSAMENTOS, nossos pensamentos se transformam em PALAVRAS, nossas palavras de forma repetidas se transformam em AÇÕES e as ações repetitiva vezes se transformam em HÁBITOS, os habito se transformam em VALORES e os nossos valores revelam nosso DESTINO.

1.4.3.2. Força de vontade

1.4.3.2.1. Para que um habito continue mudando, as pessoas precisam acreditar que a mudança é possivel

1.4.3.2.2. Quando desenvolvemos nossa capacidade de “adiar a recompensa” através do treinamento da força de vontade, ampliamos nosso estoque e nos tornamos capazes de realizar mais.

2. PARTE II Os hábitos das Organizações

2.1. Indivíduos tem HABITO Grupos tem ROTINAS

2.1.1. As rotinas fornecem regras tacidas

2.1.1.1. Espécie de memórias organizacional para que os gerente não reinvente processos

2.1.1.2. As rotinas reduzem as incertezas

2.2. Como os lideres criam hábitos através da intenção

2.2.1. Pequenas mudanças imperceptiveis

2.2.2. Habito Angulares

2.2.2.1. São pequenas vitorias

2.2.2.1.1. Quais os hábitos mais importantes?

2.2.2.2. Ajudam outros hábitos a proliferarem , criando novas estruturas, e estabelecerem culturas onde a mudança se torna contagiosa

2.2.2.2.1. Um hábito positivo leva a outro e isso cria uma cadeia de hábitos positivos que funcionam bem em conjunto.

2.2.3. Autodiciplina

2.3. Para comercializar novos habito

2.3.1. Hábitos são mais importantes do que as intenções do consumidor no processo de compra.

2.3.2. É preciso entender como fazer com que o novo pareça familiar

2.3.3. Construido Mkt

2.3.3.1. Deixas Simples

2.3.3.2. Recompensas Claras

3. PARTE III Os hábitos de uma Sociedade

3.1. Para modificar hábitos é preciso decidir mudá-lo.

3.1.1. Deve aceitar conscientemente a dura tarefa de IDENTIFICAR as DEIXAS e RECOMPENSAS que impulsionam as rotinas do hábito e encontrar alternativas

3.1.2. Convencer milhares de pessoas a buscar um mesmo objetivo é difícil, mas usar a ligação entre as pessoas para criar uma pressão de companheiros tende a funcionar para mudar os hábitos de uma sociedade.