Copy of Taninos

Track and organize your meetings within your company

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Copy of Taninos by Mind Map: Copy of Taninos

1. Quantificação do teor de Taninos

1.1. Precipitação do pó de pele

2. Taninos Complexos

2.1. Ligação C-glicosídeo

3. Interesse Econômico

3.1. Tanagem do couro

3.2. Utilização de aglutinantes (Taninos condensados + Formaldeído)

3.2.1. Redução do Fluxo de Água em barragens

3.2.2. Estabilizante do solo

3.2.3. Produção de borracha

3.3. Utilização de complexos (Taninos condensados sulfonados + metais solúveis em água

3.3.1. Plantação de cítricos com deficiência de Fe

3.3.2. Controle de poluição -Pb

3.3.3. Biocidas- preservação de madeira-Cu

3.4. Propriedades Farmacológicas

3.4.1. Atividade antioxidante

3.4.2. Atividade antimicrobiana

3.4.3. Atividade inibitória de enzimas

3.4.4. Efeitos Cardiovasculares

3.4.5. Atividade antimutagènica

3.4.6. Atividade quimioprotetora

4. Funções Biológicas- espécies vegetais

4.1. Proteção contra insetos e microorganismos

4.1.1. Diminuição da palatabilidade

4.1.2. Complexação dos taninos com enzimas digestivas

4.1.2.1. Dificuldade de Digestão

4.1.3. Formação de produtos tóxicos no Trato digestivo

4.1.3.1. A partir de hidrólise

5. Sintetizados

5.1. Ácido Chiquimico- C6C3

5.2. Via Mista

6. Propriedades Físico-Químicas

6.1. Solúveis em Solventes Polares

6.1.1. Água

6.1.2. Solventes Orgânicos Polares

7. Classificam-se em

7.1. Taninos Hidrolisáveis

7.1.1. Galotaninos

7.1.2. Elagitaninos

7.2. Taninos Condensados

7.2.1. Proantocianidinas

7.2.1.1. Flavan-3-ol

7.2.1.2. Flavan-3,4-diol

8. Extração

8.1. Uso de mistura de Solventes

8.1.1. Metanol- Água

8.1.2. Metanol-Ácido

8.1.3. Acetona-Água (3/7)

8.2. Extração Líquido a Líquido

8.2.1. AcOET

8.2.2. n-BuOH

8.3. Isolamento e Purificação

9. Localização nas plantas

9.1. órgãos

9.1.1. córtex ou caule

9.1.2. folhas

9.1.3. frutos

10. Caracterização

10.1. Teste com Gelatina

10.2. Precipitação com Alcalóides

10.3. Precipitação com Vanilina

10.3.1. Vermelho

10.4. Sólidos Amorfos

10.5. Precipitação com Metais

10.5.1. Complexos

10.5.1.1. Verde

10.5.1.2. Azul

10.6. Hidrólise Ácida em n-BuOH

11. Droga Vegetal

11.1. Idealmente

11.1.1. Liofilização

11.1.1.1. Diminui Degradação

11.2. Espinheira Santa

11.3. Hamamélis

11.4. Barbatimão

11.5. Chá Preto ou Verde

12. Isolamento e purificação

12.1. Métodos Cromatográficos

12.1.1. Cromatografia em coluna

12.1.2. Cromatografia em contra corrente

12.1.3. CLAE

13. Identificação

13.1. UV

13.2. infra Vermelho

13.3. RMN

13.4. Espectrometria de Massa

14. Doseamento

14.1. Ensaios colorimétricos para Fenólicos Totais

14.1.1. Azul da Prússia

14.1.2. Folin Denis

14.1.3. Folin- Ciocalteu